Escolha as suas informações

Vai de férias para Portugal? Guia para seguir viagem em segurança
Viver 3 min. 14.07.2021
Férias

Vai de férias para Portugal? Guia para seguir viagem em segurança

Férias

Vai de férias para Portugal? Guia para seguir viagem em segurança

Viver 3 min. 14.07.2021
Férias

Vai de férias para Portugal? Guia para seguir viagem em segurança

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
A altura mais esperada do ano está aí mas, em tempos de pandemia, há recomendações a seguir. A Embaixada de Portugal do Luxemburgo e a Polícia Grã-Ducal deixam alguns conselhos importantes para viajar neste verão.

As férias estão à porta e, depois de um ano adverso por causa da pandemia de covid-19, são muito esperadas. Para grande parte dos portugueses a residir no Luxemburgo, o destino escolhido é voltar a Portugal para o merecido descanso. 

Antevendo este cenário, a Embaixada de Portugal no Luxemburgo publicou uma lista de recomendações para quem pensa deslocar-se nestes meses de calor, salvaguardando as recomendações sanitárias e os pré-requisitos de entrada nos países. 

Assim, a Embaixada relembra que o "passaporte" para deslocações dentro do espaço Schengen é o 'Certificado Digital Covid' aprovado pela União Europeia. À entrada de Portugal, quem tem a vacinação completa de uma das vacinas reconhecidas pela EMA (Agência Europeia do Medicamento) - Pfizer, Moderna, AstraZeneca ou uma dose da Janssen - deve apresentar este documento. 

No Luxemburgo, pode ser pedido através do MyGuichet.lu. O certificado contém um código QR, que garante a autenticidade do documento e é lido digitalmente nos aeroportos e nas fronteiras terrestres (no Luxemburgo pelo CovidCheck.lu e em Portugal pelo PasseCovid; em outros países por outros sistemas idênticos). A Embaixada de Portugal alerta para o facto da apenas serem válidos os certificados da toma da segunda dose ou uma unidose no mínimo 14 dias depois da toma para ser validada pelo sistema de leitura digital em Portugal.

Este certificado também inclui e autoriza outras situações: os recuperados da covid-19, após 11 dias, e até 180 dias da realização de teste laboratorial que confirmou este diagnóstico. Tal como os testes PCR com validade de até 72 horas. Estes são obrigatórios nas fronteiras para quem levou apenas uma dose da vacina. Podem ser feitos em estabelecimentos certificados (laboratórios e farmácias), devendo o relatório ter um código QR para efeitos de leitura digital. As crianças com idade inferior a doze anos que viajem para Portugal estão isentas de testes, esclarecem ainda. 


Algarve
Verão com novas regras em Portugal. O que muda nos alojamentos de férias
Teste negativo ou certificado digital são, desde este fim de semana, obrigatórios para toda a hospedagem turística, em todo o território continental. Veja o que deve saber se já marcou ou vai marcar as suas férias num alojamento no país.

Carro ou avião? 

O Embaixador de Portugal, António Gamito, faz uma advertência. Apesar de muitos portugueses preferirem viajar de carro até Portugal, "a condução pode revelar-se tendencialmente mais perigosa do que o recurso à via aérea, a que acresce a possibilidade de os países de trânsito poderem adotar a qualquer momento e sem pré-aviso medidas restritivas à circulação". 

Se mesmo assim prefere fazer a viagem por via terrestre, a polícia grã-ducal deixa algumas recomendações valiosas para evitar percalços a meio do caminho. Afinal, o que importa é chegar o quanto antes às desejadas férias.  

Verificar o estado do veículo antes de se fazer à estrada é essencial. É aconselhável ver o funcionamento dos faróis, a pressão dos pneus, travões, mas também os níveis de óleo do motor. 

A tendência é sempre querer levar tudo, mas "certifique-se de que não excede o limite de peso máximo do seu veículo", alertam as autoridades. E que coloca as malas no porta-bagagens e não nos bancos traseiros, uma vez que pode ser perigoso em caso de acidente. 


Férias em Portugal. "Tomem como vosso o combate de Portugal contra a covid-19"
É o pedido que a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes dirige aos portugueses no Luxemburgo que vão de férias para Portugal, numa mensagem exclusiva para o Contacto.

Em relação à viagem, em si, a polícia aconselha a não planear tudo no último minuto tendo, por exemplo, uma rota alternativa em caso de necessidade e fazer paragens regulares para evitar a fadiga ao volante. 

De resto, é usar o tempo para descansar, rever a família e aproveitar os longos dias de verão em segurança, e com o devido uso de máscara. Boas férias.  


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas