Escolha as suas informações

Seis alimentos que aceleram o envelhecimento
Viver 3 min. 25.04.2019

Seis alimentos que aceleram o envelhecimento

Seis alimentos que aceleram o envelhecimento

Foto: Shutterstock
Viver 3 min. 25.04.2019

Seis alimentos que aceleram o envelhecimento

É melhor começar a cortar no sal.

Não existe uma dieta ideal contra o envelhecimento. No entanto, evitar alguns alimentos pode ajudar a desacelerar as marcas do tempo.

Para além da comida, há vários fatores que condicionam o aspeto da pele: a exposição ao sol, a predisposição genética, o álcool ou o tabaco, para citar alguns. No entanto, a alimentação está na base do bom funcionamento do organismo, incluindo o maior órgão do corpo humano.

Através de uma alimentação equilibrada consegue poupar anos de vida à sua pele. Para tal, os nutricionistas aconselham a riscar estes alimentos da sua dieta ou evitá-los ao máximo e substituí-los por opções mais saudáveis. 

Batatas fritas 

Foto: Shutterstock

Nem artesanais nem feitas em casa. O nutricionista Daniel Ursúa explica que, quando frito, este alimento "tem baixa qualidade nutricional". O consumo de batatas fritas está relacionado com a acumulação de radicais livres (ou substâncias tóxicas) que envelhecem prematuramente a pele. No entanto, não precisa de retirar completamente a batata da alimentação, uma vez que este alimento é rico em Vitamina C. Antes, privilegie outras formas de a cozinhar, como cozida ou assada.

Bolachas de arroz 

Foto: Shutterstock

Aparentemente inofensivas, as bolachas de arroz são consideradas um snack saudável e incorporadas em várias dietas. Contudo, estas possuem um elevado índice glicémico e podem causar picos elevados de açúcar no sangue. Se forem consumidas em grande quantidade podem, inclusive, contribuir para um aumento de peso. O ideal é evitá-las, optando por fazer snacks de fruta ou legumes, como palitos de cenoura, para ir beliscando ao longo do dia.

Manteiga

Foto: Shutterstock

Não é novidade que o consumo regular de manteiga é desaconselhado a quem quer ter uma dieta saudável. Há vários estudos a comprová-lo. Um deles, publicado na revista "Photochemistry and Photobiology", avaliou a influência deste tipo de gordura transaturada no perfil lipídico dos pacientes, bem com o dano oxidativo e a função mitocondrial (respiração das células) na pele de ratos, quando expostos às radiações ultravioleta (UV). Os resultados mostraram que as gorduras hidrogenadas (como as da manteiga) têm influência na espessura da pele e no desenvolvimento das rugas. Opte por gorduras mais saudáveis, como por exemplo o azeite. Mas sem exageros. 

Bebidas açucaradas

Foto: Shutterstock

Este é outro alimento cujos malefícios não são novidade. As bebidas açucaradas são prejudiciais à saúde e devem ser evitadas. Não só pela quantidade de açúcar, mas também pelos níveis de cafeína que podem afetar o sono, algo que "está associado também ao aumento dos sinais de envelhecimento e a uma maior insatisfação com a aparência", descreve um estudo do Cleveland Medical Center, nos Estados Unidos.

Barras de chocolate

Foto: Shutterstock

As barras de chocolate contêm cacau altamente processado que perdeu os componentes benéficos para a saúde como, por exemplo, os antioxidantes naturais. São um cocktail perigoso para a pele uma vez que juntam gorduras hidrogenadas e açúcares. Como alternativa mais saudável pode optar pelas barras de cacau, mas tenha atenção à quantidade.

Sal

Foto: Shutterstock

Para a maioria das pessoas é difícil imaginar uma alimentação sem sal. Coloca-se em praticamente todos os pratos e o seu consumo elevado está relacionado com várias patologias, entre elas a hipertensão. O sal pode provocar alergias, como é o caso da dermatite, torna a pele mais seca e desidratada, tornando mais visíveis os sinais de envelhecimento. O ideal é ir experimentando, aos poucos, cozinhar com especiarias que dão sabor à comida e são um substituto saudável do sal.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.