Escolha as suas informações

Polícia investiga maquilhador por roubo de joias no Palácio grão-ducal
Viver 18.12.2018

Polícia investiga maquilhador por roubo de joias no Palácio grão-ducal

A Procuradoria de Estado não dá detalhes sobre o tipo e valor das joias roubadas.

Polícia investiga maquilhador por roubo de joias no Palácio grão-ducal

A Procuradoria de Estado não dá detalhes sobre o tipo e valor das joias roubadas.
Foto: Shutterstock
Viver 18.12.2018

Polícia investiga maquilhador por roubo de joias no Palácio grão-ducal

Pode parecer um romance policial, mas não é.

A polícia luxemburguesa está a investigar um roubo de joias no Palácio grão-ducal. O principal suspeito é um maquilhador da rainha Mathilde, da Bélgica, conhecido também por maquiar há anos a Grã-duquesa Maria Teresa.

De acordo com o Wort, o caso terá acontecido em 2017, mas só agora foi tornado público, depois de a polícia luxemburguesa ter estado esta segunda-feira em Bruxelas para interrogar o suspeito.

Tido como um dos três "Fornisseurs (prestadores de serviço) oficiais do Palácio dos reis da Bélgica", o suspeito foi ouvido pelas polícias luxemburguesa e belga na manhã de segunda-feira em Schaerbeek.

A polícia luxemburguesa terá na sua posse provas de ADN do suspeito, recolhidas no local do roubo. No entanto, e de acordo com a imprensa belga, o maquilhador negou "veementemente", durante o interrogatório, ser o autor do roubo.

A Grã-duquesa herdeira Stéphanie foi embelezada, no seu casamento em 2012, pelo suspeito do roubo das jóias.
A Grã-duquesa herdeira Stéphanie foi embelezada, no seu casamento em 2012, pelo suspeito do roubo das jóias.
Foto: Reuters

Em declarações ao Wort, o porta-voz do Palácio grão-ducal, Alain Rousseau, confirmou que "o Palácio apresentou queixa por um roubo de joias", mas que não adianta mais detalhes "para não perturbar os investigadores no seu trabalho".

Já a Procuradoria de Estado, precisou que a queixa foi apresentada no dia 22 de junho de 2017 e que a investigação está atualmente a ser conduzida por um juiz do Luxemburgo.

O suspeito não foi detido, mas a investigação continua, garante a Procuradoria, que não especifica o tipo e o valor das joais roubadas.

Maquilhador já um habitué do Palácio grão-ducal

O principal suspeito é bem conhecido no meio da realeza e particularmente junto da família grã-ducal. O make up artist tem maquilhado a Grã-Duquesa Maria Teresa há largos anos foi quem também cuidou da beleza da Grã-duquesa herdeira Stéphanie no dia do seu casamento com o Grão-duque herdeiro Guillaume, em 2012.


Notícias relacionadas