Escolha as suas informações

Pilinha? Pipi? Chamemos as coisas pelos nomes
Opinião Viver 21.10.2022
Diário de uma mãe imigrante a mil

Pilinha? Pipi? Chamemos as coisas pelos nomes

Diário de uma mãe imigrante a mil

Pilinha? Pipi? Chamemos as coisas pelos nomes

Unsplash
Opinião Viver 21.10.2022
Diário de uma mãe imigrante a mil

Pilinha? Pipi? Chamemos as coisas pelos nomes

Catarina OSÓRIO
Catarina OSÓRIO
Lá em casa um pénis será sempre um pénis e uma vagina será sempre uma vagina

O dia para os mais pequeninos é mais ou menos assim: acordam, fazem chichi, lavam os dentinhos, vestem a roupinha, tomam o pequeno-almocinho, vão para a escolinha, brincam com os amiguinhos, regressam à casinha, brincam com os paizinhos…

Já está suficientemente irritado(a)? Espero que sim.

E a minha pergunta é… de onde vem esta corrente pedagógica de falar com os mais pequenos em diminutivos?

Qual a teoria por detrás disto? Só pode ser uma: parvoíce.

Engraçado mesmo só o choque que provoca nos mais velhos. Ouvir uma criança de três anos a dizer pénis ou vagina ainda é para muitos um momento de genialidade e bizarria.

Só que não. É só um ser humano, que por acaso já fala, a chamar as coisas pelos nomes.

Não estamos habituados a falar abertamente sobre partes íntimas do nosso corpo desde pequenos. E, a meu ver, isto devia ser a regra.

Para uma boa relação com o próprio corpo, a intimidade e a  sexualidade de cada um.

Já para não falar das questões de consentimento, dizem os especialistas.

O outro grande problema deste flagelo é que não morre na infância.

Todos conhecemos adultos que dão abracinhos e mandam uma mensagem ao seu amorzinho.

Lá em casa um pénis será sempre um pénis e uma vagina será sempre uma vagina. O mesmo com rabo e mamas.

Até porque, imagine alguém a dizer a um rapaz de 30 anos que ele tem uma pilinha… Ou a uma mulher adulta que ela tem umas maminhas… Pois, tem tudo para correr mal.

 

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.