Escolha as suas informações

Pai de Britney Spears já não pode controlar sozinho a fortuna da filha
Viver 3 min. 12.02.2021 Do nosso arquivo online

Pai de Britney Spears já não pode controlar sozinho a fortuna da filha

Pai de Britney Spears já não pode controlar sozinho a fortuna da filha

Viver 3 min. 12.02.2021 Do nosso arquivo online

Pai de Britney Spears já não pode controlar sozinho a fortuna da filha

Britney Spears apresentou uma petição ao tribunal no ano passado para remover o seu pai da gestão total da sua fortuna, função que exerce desde 2008.

O pai da estrela pop norte-americana Britney Spears perdeu a tutela total sobre os bens da sua filha, avaliados em cerca de 50 milhões de euros, e deverá partilhar a gestão da fortuna com a empresa de fundos fiduciários Bessemer Trust, entidade apontada pela juíza Brenda Penny em novembro e que assume agora igual poder na tutela das suas finanças.

Segundo a NBC, Britney Spears, hoje com 39 anos de idade, apresentou uma petição ao tribunal no ano passado para remover o seu pai do controlo total da sua fortuna e para colocar uma instituição financeira como único gestor. O seu advogado, Samuel D. Ingham III, argumentou na altura que a cantora tinha medo de "Jamie" Spears e que preferia que uma instituição financeira profissional assumisse o seu património. 

Trata-se de um avanço vitorioso para a cantora norte-americana que garantiu que não voltaria a fazer espetáculos enquanto a decisão não fosse tomada pelo juiz, uma vez que Jamie exercia o controlo sobre as suas finanças desde 2008. 


Vídeo. Britney Spears fala perturbada dos seus problemas emocionais
A cantora diz que a sua “situação é muito complicada”, numa mensagem em vídeo. Britney Spears está internada numa clínica psiquiátrica, para tratar os seus “problemas psicológicos e emocionais”. Domingo de Páscoa pôde sair umas horas com o seu namorado e o seu aspeto e ar desorientado chocaram os fãs. Há 11 anos, Britney Spears já tinha sido internada, devido a um colapso mental, que a levou a rapar o cabelo e a agredir um fotógrafo.

A juíza Brenda Penny, do Tribunal Superior de Los Angeles, havia negado a petição da cantora na altura, mas esta quinta-feira nomeou Bessemer Trust como co-gestor juntamente com Jamie Spears, regime que estará em vigor até setembro deste ano, embora a 17 de março seja esperada uma nova audiência.

"O meu cliente espera trabalhar com Bessemer para continuar uma estratégia de investimento no melhor interesse da sua filha", disse Thoreen numa declaração após a audiência. "O meu cliente Jamie Spears tem desempenhado diligente e profissionalmente as suas funções como um dos tutores de Britney, e o seu amor pela sua filha e dedicação em protegê-la é claramente visível para o tribunal", disse a declaração citada pela NBC News.

Os fãs da cantora lançaram um movimento #FreeBritney no meio da batalha legal, alegando que James Spears abusou do que era suposto ser uma tutela temporária. 

A luta legal da estrela pop está sob novo escrutínio após o lançamento do documentário "Framing Britney", pelo New York Times que se seguiu a ascensão de Britney Spears ao estrelato e a pressão dos meios de comunicação social que são frequentemente culpados pelo seu colapso público em 2007.

"Framing Britney", lançado na semana passada na plataforma de streaming Hulu, entrevistou alguns dos ativistas por detrás do movimento, bem como o antigo assistente de Britney Spears. A cantora tem sido apoiada publicamente por várias personalidades e diversas páginas de criação de conteúdos online. 

James Spears defendeu a sua tutela na Page Six no ano passado, dizendo ao tablóide que amava a sua filha. "Todos estes teóricos da conspiração não sabem nada", disse James Spears. "O mundo não faz a menor ideia. Cabe ao tribunal da Califórnia decidir o que é melhor para a minha filha". Não é da conta de mais ninguém". 

Sam Asghari, que namora Britney Spears desde 2016, criticou o pai da sua namorada numa história da Instagram na quarta-feira e disse que tinha "respeito zero" pelo homem . "Na minha opinião, Jamie é um total ca*****", disse. "Não vou entrar em pormenores porque sempre respeitei a nossa privacidade mas, ao mesmo tempo, não vim a este país para não poder expressar a minha opinião e liberdade", citou a NBC News.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas