Escolha as suas informações

Onde treinam os astronautas antes de irem à Lua? Na ilha de Saramago
Viver 2 2 min. 11.11.2022
Exploração espacial

Onde treinam os astronautas antes de irem à Lua? Na ilha de Saramago

Exploração espacial

Onde treinam os astronautas antes de irem à Lua? Na ilha de Saramago

AFP
Viver 2 2 min. 11.11.2022
Exploração espacial

Onde treinam os astronautas antes de irem à Lua? Na ilha de Saramago

AFP
AFP
Um projeto da ESA e da NASA quer voltar a colocar astronautas na Lua - e em Marte. Mas, antes, os treinos realizam-se numa paisagem muito semelhante à da Lua... nas ilhas Canárias.

Ajoelhado à beira de uma cratera, Alexander Gerst recolhe uma amostra de rocha vulcânica e coloca-a num saco. "É como se estivesse na superfície da lua", diz o astronauta alemão, 46 anos, membro da Agência Espacial Europeia (ESA), que está a trabalhar no parque natural Los Volcanes, em Lanzarote, ilha das Canárias, onde o único Nobel português de Literatura, José Saramago, viveu e morreu, aos 87 anos.

Com campos de lava escurecida, crateras e fluxos vulcânicos, a geologia de Lanzarote tem uma semelhança impressionante com a Lua e Marte, de tal forma que a ESA e a NASA enviam regularmente astronautas para a ilha. "Este lugar tem tipos de lava muito, muito semelhantes aos encontrados na Lua", disse Gerst à AFP, confirmando que este é um "campo de treino único".

Preparação para outros planetas 

Gerst, que voou em duas missões na Estação Espacial Internacional (ISS), é um dos doze astronautas que participam no "Pangea", curso que a ESA tem vindo a realizar em Lanzarote, nos últimos dez anos. 

O nome refere-se ao 'supercontinente' que precedeu a separação dos continentes atuais e este programa visa dar aos astronautas, engenheiros espaciais e geólogos as competências necessárias para realizarem expedições a outros planetas. Aqui, os formandos aprendem a identificar e recolher amostras de rochas, realizar análises 'in loco' de ADN de microrganismos. 

Um exercício à escala real é considerado essencial para preparar os astronautas a trabalharem sozinhos num ambiente remoto. "Se encontrarmos um problema, temos de o resolver nós próprios", explica Gerst. 

De volta à Lua

O alemão é geofísico e completou a sua formação no "Pangea" com Stephanie Wilson, um dos astronautas mais experientes da NASA. Ambos são possíveis candidatos para as próximas missões lunares tripuladas da NASA. Com o nome "Artemis", este projeto prevê o regresso dos astronautas à Lua em 2025, pela primeira vez desde 1972. 

No entanto, alguns peritos acreditam que este prazo é irrealista, dadas as restrições orçamentais da NASA. São 12 os astronautas que já caminharam na Lua, durante seis missões Apollo, entre 1969 e 1972. Desde então, este é visto como um passo necessário antes de uma possível viagem a Marte. 

Lanzarote: Marte na Terra 

A geografia única de Lanzarote é o resultado de uma erupção vulcânica que começou em 1730 e durou seis anos. 

Considerada uma das maiores catástrofes vulcânicas da história, devastou mais de 200 quilómetros quadrados de terra, ou cerca de um quarto da ilha, onde vivem atualmente 156 mil pessoas. 

Embora existam outras regiões vulcânicas, como o Havai, Lanzarote tem a vantagem de ter pouca vegetação devido ao seu clima desértico. 

"Há muitos tipos de rochas vulcânicas em Lanzarote. E estão 'nuas', ou seja, não há árvores", disse à AFP Loredana Bessone, líder italiana do projeto Pangea.

Grande Telescópio das Canárias
Grande Telescópio das Canárias
AP

As Ilhas Canárias também albergam um dos maiores telescópios óticos do mundo, o Grande Telescópio das Canárias (GTC). 

Localizado no topo de uma colina na ilha de La Palma, escolhida pelos seus céus sem nuvens e poluição luminosa relativamente baixa, este telescópio gigante é capaz de detetar alguns dos objetos mais pequenos e mais distantes do universo.   

*Com AFP

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas