Escolha as suas informações

"Não vai caber". Como levar tudo o que precisamos para as férias?
Viver 4 min. 26.07.2022
Viagens

"Não vai caber". Como levar tudo o que precisamos para as férias?

Viagens

"Não vai caber". Como levar tudo o que precisamos para as férias?

Foto: Shutterstock
Viver 4 min. 26.07.2022
Viagens

"Não vai caber". Como levar tudo o que precisamos para as férias?

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Sabemos que não podemos levar tudo o que queremos, mas nem sempre conseguimos cumprir. Existem truques para não levar a casa às costas.

Mesmo que os dias não sejam muitos e que a rotina se repita a cada verão, arrumar as malas para ir de férias pode ser uma dor de cabeça. Sobretudo depois de dois anos de restrições pandémicas que, para muitos, significaram a interrupção das tradicionais viagens estivais a Portugal para matar saudades da família e da terra, a tentação de colocar mais do que se precisa na bagagem pode ser grande.

Para começar, o melhor é esquecer souvenirs ou aquelas lembranças para levar aos parentes como forma de compensar a ausência. A sua presença será o melhor presente.

Clima, tempo e destino - No que respeita às coisas de que realmente necessita para levar na mala de férias, há que ter em atenção três fatores essenciais para conseguir fechar a mala, lembra a agência de viagens Top Atlântico: quanto tempo vão durar as férias, o destino e o clima. O facto de ser verão e estar calor ajuda, uma vez que as roupas são mais leves e pequenas e, por isso, ocupam menos espaço. Por outro lado, isso também pode levar a ter "mais olhos que barriga" e no final o resultado ser o mesmo - a mala a abarrotar. 

Dimensões da mala - O tamanho da mala deve ser escolhido em função daqueles três fatores. Lembre-se: quanto maior for a mala, mais coisas irá colocar dentro dela. Uma bagagem de mão - mesmo que decida viajar de carro - é uma boa opção para evitar encher o espaço com acessórios extra.

Faça uma lista - é uma boa maneira de não se esquecer do que vai levar e de se cingir ao que está escrito e a nada mais do que isso. 

Roupa e calçado - Uma vez definidos estes aspetos, é importante saber que tipo de atividades vão ocupar os dias de férias - passeios, praia, campo - e perceber quantas peças de roupa realmente são necessárias e quantas combinações pode fazer para as rentabilizar nos diferentes dias. 


Vai viajar? Evite estas cinco coisas na bagagem
Quando se viaja, nada nos aflige mais do que uma bagagem pesada. Eis cinco conselhos sobre o que não vai ter pena de ter esquecido em casa.

Além do fato ou calção de banho, dois pares de sapatos (um deles pode ser um par de chinelos ou sandálias de praia e o outro mais clássico, evitando os saltos altos, que são mais difíceis de arrumar) e um chapéu deverão ser suficientes para os merecidos dias de descanso - a lista deve ser ajustada de acordo com as suas necessidades. Se mesmo assim, não dispensa acessórios e adereços, o truque é semelhante ao das peças de vestuário: escolha uma ou duas opções que combine com o vestuário escolhida.

Toalha de praia - em função do destino e do alojamento (alguns fornecem esse artigo) pode levar uma opção mais leve que a tradicional toalha de praia volumosa e felpuda. 

A arte de dobrar e arrumar - este é muitas vezes o passo mais difícil, sobretudo no regresso. A melhor forma de encaixar tudo numa mala é preencher cada centímetro de espaço como refere o artigo de dicas do New York Times 'How to Pack a Suitcase' ('Como Arrumar uma Mala de Viagem').

Se levar calçado que implique usar meias, pode colocar estas dentro dos próprios sapatos. Se não for o caso, opte por arrumar, protegido por um invólucro que separe da roupa, um modelo de calçado mais achatado ou o menos volumoso possível- lembre-se, é verão! - ou então leve já calçado os sapatos mais pesados em vez de os colocar na mala. 

Por outro lado, enrolar as peças de roupa ajuda a maximizar o espaço e a minimizar as rugas no vestuário. Outra das opções é embrulhar cuidadosamente cada artigo de roupa à volta de um núcleo central, com roupa interior e t-shirts no centro, e artigos maiores como vestidos como a camada exterior.

Produtos de higiene e cosméticos - Vários hotéis e alojamentos fornecem os champôs e sabonetes e até cremes de corpo, por isso não precisa de levar isso na bagagem. Se ficar em casa da família ou amigos e não quiser gastar os produtos dos anfitriões, pode sempre tentar comprar no local. Se ainda assim quiser levar os seus, aposte em embalagens pequenas de viagem - de preferência em bolsas transparentes e arrumadas por cima da roupa - onde possa colocar apenas as quantidades de que necessita para os dias de férias.

Kit SOS - Não precisa de levar uma farmácia, mas é sempre útil ter um pequeno kit onde pode levar medicamentos, pomadas contra picadas de insetos e queimaduras ou pensos rápidos para aquelas bolhas nos pés que sempre aparecem.

Escovas - de dentes e do cabelo. Aqueles acessórios que sabemos que não nos podemos esquecer, mas que frequentemente ficam de fora das malas de viagem. Arrume-os junto dos produtos de higiene ou leve-os na sua mala do dia a dia, devidamente acondicionados e visíveis. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.