Escolha as suas informações

Não é só o açúcar. Há adoçantes que podem provocar cancro
Viver 20.04.2022
Estudo

Não é só o açúcar. Há adoçantes que podem provocar cancro

Estudo

Não é só o açúcar. Há adoçantes que podem provocar cancro

Pixabay
Viver 20.04.2022
Estudo

Não é só o açúcar. Há adoçantes que podem provocar cancro

AFP
AFP
Num estudo que envolveu mais de 10 anos de pesquisa e milhares de franceses, foram observados riscos mais elevados de cancro da mama e os ligados à obesidade entre os consumidores de adoçantes.

Que o açúcar é prejudicial à saúde é de comum entendimento. No entanto, um novo estudo vem alertar também para os malefícios dos seus substitutos, nomeadamente de alguns edulcorantes (termo químico para adoçantes) que podem estar associados ao aumento do risco de cancro.

Adoçantes como o aspartame, acessulfame-K ou sucralose permitem reduzir o teor de açúcar adicionado e as calorias, mantendo ao mesmo tempo a doçura dos produtos. Mas a segurança destes aditivos alimentares está a ser debatida. 

Investigadores da Inserm, INRAE, Universidade Sorbonne Paris Nord e Cnam, no âmbito da Equipa de Investigação em Epidemiologia Nutricional (EREN), analisaram os dados de saúde e de consumo de edulcorantes de 102.865 adultos franceses. 

 Alguns participantes são seguidos desde 2009   

Alguns participantes são seguidos desde 2009 e têm preenchido regularmente questionários sobre a sua dieta, incluindo os nomes e marcas dos produtos consumidos. 

Após recolha de informação também sobre os diagnósticos do cancro durante o período analisado (2009-2021), foram feitas associações ambos.  

De acordo com os resultados, publicados na revista PLOS Medicine, as pessoas que consumiram mais adoçantes, particularmente aspartame e acessulfame-K, apresentaram maior risco de desenvolver cancro.

"Neste estudo, os consumidores com níveis elevados de adoçantes tinham um risco de cancro 13% maior em comparação com os não utilizadores", disse à AFP Mathilde Touvier, diretora de investigação da Inserm. 

Entre os diversos tipos de cancro, foram observados riscos mais elevados de cancro da mama e os ligados à obesidade. Até agora, os estudos tinham sugerido que o consumo de bebidas açucaradas poderia elevar o risco da doença, mas nenhum tinha analisado especificamente os efeitos dos edulcorantes. 

Os voluntários declararam a sua história médica, dados sociodemográficos, atividades físicas, bem como indicações sobre o seu estilo de vida e estado de saúde.

"Não podemos excluir totalmente os preconceitos ligados ao estilo de vida dos consumidores", explica Charlotte Debras, uma das autoras do estudo. Será necessária mais investigação de grande escala para "replicar e confirmar estes resultados", acrescentou.   

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.