Escolha as suas informações

Música: Câmara de Paris recebe Noite de Gala dedicada aos portugueses

Música: Câmara de Paris recebe Noite de Gala dedicada aos portugueses

Shutterstock
Viver 3 min. 24.09.2016

Música: Câmara de Paris recebe Noite de Gala dedicada aos portugueses

Quatro meses depois de ter acolhido parte das cerimónias do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, a Câmara Municipal de Paris vai voltar a abrir as portas aos portugueses para uma noite de homenagem.

Quatro meses depois de ter acolhido parte das cerimónias do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, a Câmara Municipal de Paris vai voltar a abrir as portas aos portugueses para uma noite de homenagem.

A gala, que vai assinalar os 106 anos da República Portuguesa, vai decorrer no Hôtel de Ville, a 08 de Outubro, perante cerca de 640 convidados e pretende ser uma "prova de amizade e uma prova de amor" entre França e Portugal, disse à Lusa Hermano Sanches Ruivo, vereador-executivo na capital francesa.

"É uma homenagem à comunidade portuguesa de Paris e não só, no quadro das cerimónias de comemoração da primeira República portuguesa. É simplesmente uma forma de prestar homenagem aos portugueses: aos portugueses de Portugal, aos portugueses no mundo e aos portugueses aqui de Paris e de França", descreveu Hermano Sanches Ruivo.

A iniciativa realiza-se desde 2011, numa parceria que pretendeu simbolizar a "amizade entre Paris e Lisboa", com a autarquia da capital portuguesa a voltar a estar representada, assim como a comunidade intermunicipal da região de Coimbra.

Desta vez, a noite cultural, feita na presença de convidados do meio artístico, empresarial, político, associativo e académico, tem um significado especial por se tratar do "ano de Portugal", explicou o vereador-executivo.

"É o dia da República, em todos os casos é uma forma de falar de valores que são comuns entre França e Portugal. Em termos de importância, este ano é o ano de Portugal, campeão da Europa, em que o turismo chegou a níveis nunca atingidos, em que o presidente da República e o primeiro-ministro vieram juntos festejar o 10 de Junho em Paris e qualquer acção participa desta dinâmica", continuou.

Este ano, vão subir ao palco a cantora Simone de Oliveira, o fadista Pedro Moutinho, assim como os cantores Olavo Bilac, Sofia Lisboa e Viviane que vão cantar em dueto com jovens franco-portugueses, actuando também a Tuna FAN-Farra Académica de Coimbra e os humoristas lusodescendentes Ro & Cut, entre outros convidados.

Na programação, mais uma vez a cargo da associação de jovens luso-descendentes Cap Magellan, está ainda prevista a entrega de prémios a um projecto associativo, a uma iniciativa cidadã e a jovens franco-portugueses que se tenham distinguido no percurso escolar, empresarial ou artístico.

"O objectivo continua a ser festejar a implantação da República Portuguesa e divulgar o que há de meritório na cultura da comunidade portuguesa com uma programação qualitativa e diversificada. Vamos ter fado que faz parte do património português, mas também convidados ligados à música pop e rock portuguesa que vêm cantar com jovens luso-descendentes", sublinhou Luciana Gouveia, delegada-geral da associação.

A dirigente associativa explicou que a apresentação da gala vai estar a cargo do animador televisivo e "padrinho honorífico da Cap Magellan" José Carlos Malato e da jornalista que trabalha na televisão francesa Sónia Carneiro "que defendeu a Selecção durante o Euro face às críticas que estavam a ser feitas" pela imprensa francesa.

"É um piscar de olhos ao Euro e ao facto de sermos campeões. Mas não estamos só a falar do futebol, cabe-nos a nós e à comunidade portuguesa, em geral, aproveitar esta boa onda e o facto de parecer que é o ano de Portugal [em França] para outras reivindicações ligadas a temáticas muito mais importantes como o ensino da língua portuguesa em França, questões de cidadania, o apoio às associações, o apoio aos empresários e por aí em diante", afirmou.

A iniciativa é precedida pelo 13° Encontro das Associações Portuguesas de França que vai juntar cerca de meia centena de associações para debater o papel das associações europeias na integração das comunidades em França, a ligação dos portugueses do estrangeiro com as regiões em Portugal, as novas políticas do ensino de Português em França e a evolução da imagem dos portugueses no país.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Lição n°4: Há 2.781 alunos inscritos nas aulas de português
Há 2.781 alunos inscritos nas aulas de Português no Luxemburgo para o ano lectivo 2016/2017, 1.536 no ensino integrado (na escola pública luxemburguesa) e 1.245 no ensino paralelo, segundo dados avançados ao CONTACTO por Joaquim Prazeres, responsável pela Coordenação do Ensino do Portugês no Grão-Ducado.
A poucos dias do início das aulas estavam inscritos 1.536 alunos nos cursos integrados de português e 1.245 nos cursos paralelos