Escolha as suas informações

Mulher de Jean-Claude Juncker, a primeira-dama mais paciente da Europa
Viver 2 min. 20.12.2018

Mulher de Jean-Claude Juncker, a primeira-dama mais paciente da Europa

Juncker e a mulher Christiane Frising.

Mulher de Jean-Claude Juncker, a primeira-dama mais paciente da Europa

Juncker e a mulher Christiane Frising.
Foto: AFP
Viver 2 min. 20.12.2018

Mulher de Jean-Claude Juncker, a primeira-dama mais paciente da Europa

Christiane Frising é a mulher de Jean-Claude Juncker, habituada aos insólitos do marido.

No dia 27 de julho de 2017, Jean-Claude Juncker estava em plena conferência de imprensa conjunta na Comissão Europeia quando tocou o seu telemóvel. Pediu desculpas ao primeiro-ministro eslovaco, pôs a mão no bolso, apanhou o telemóvel e disse: "Com licença, a minha mulher está a ligar-me". Mas depois de olhar bem para o número, corrigiu: "Ah não, foi a senhora Merkel" e rejeitou a chamada. Depois, foi a risada na sala.

Conhecido pelos insólitos de ciática, piadas ou bofetadas a vários governantes europeus, o presidente da Comissão Europeia mantém-se fiel a si próprio, não deixando quase nada sem se saber dele. Segundo a revista Vanity Fair, a exceção talvez seja o mistério em que ele mantém a mulher. Quem é a primeira-dama da Europa? 

Christiane Frising é a mulher de Jean-Claude Juncker, já habituada aos insólitos do marido. A última teve lugar na semana passada, quando Juncker decidiu brincar com o cabelo da chefe de protocolo da UE, Pernilla Sjölin, na mesma semana em que esteve envolvido em um tenso encontro com Theresa May. A primeira-ministra britânica pediu explicações a Juncker, depois de este ter alegadamente chamado May de "nebulosa", na sequência da rejeição dos 27 países membros da UE sobre o acordo do Brexit.

Juncker casou com Christiane Frising em 1979, depois de se terem conhecido em meados dos anos setenta na Universidade de Estrasburgo, onde cursavam Direito. Durante os primeiros anos do relacionamento, Juncker dedicou-se ao seu trabalho como presidente da juventude do partido cristão-social (CSV) e não teve mais hobbies do que a política. Consta-se mesmo que não teve outra namorada.

O casal só aparece junto em ocasiões muito raras e quando as circunstâncias assim o exigem. Frising acompanha o marido em algumas viagens oficiais e costuma aparecer ao seu lado apenas em algumas fotografias de casamentos de alto nível, como o do Grão-Duque Herdeiro Guillaume com Stéphanie.

Com Nicolas Sarkozy e Carla Bruni em 2009.
Com Nicolas Sarkozy e Carla Bruni em 2009.
Foto: AFP

Apesar de discreta, em 2014, o jornal britânico The Daily Mail provocou um escândalo, quando alegou que o pai de Christiane Frising tinha trabalhado como comissário de propaganda de Hitler e que tinha colaborado na germanização do Luxemburgo. Juncker e Frising não têm filhos juntos. Depois de quarenta anos de casamento, só ela pode conhecer os problemas de saúde do marido e, talvez, alguns detalhes do que se discute no Parlamento Europeu.


Notícias relacionadas