Escolha as suas informações

Exercício físico ajuda a combater a demência

Exercício físico ajuda a combater a demência

Viver 28.05.2019

Exercício físico ajuda a combater a demência

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Mais uma razão para incluir a atividade física na rotina diária.

O exercício tem inúmeras vantagens para o corpo e é recomendado para todas as idades. Ao mesmo tempo, também é sabido que a atividade física é benéfica para o cérebro, ajudando a diminuir os possíveis danos causados pelo envelhecimento. Um estudo recente publicado na prestigiada revista Nature vem fortalecer esse facto: a atividade física tem efeitos positivos nos processos de envelhecimento, nomeadamente a demência.

De acordo com os investigadores, a libertação da hormona irisina durante o treino ajuda o cérebro a manter-se ativo e saudável. A irisina é uma hormona conhecida há pouco anos. Descoberta em 2012, foi-lhe dado o nome da deusa grega Iris, esta só é produzida nos músculos durante o exercício e está relacionada com a energia do metabolismo.

Apesar de o estudo ter sido conduzido em ratos, os resultados podem ajudar a explicar a nível molecular como o exercício ajuda a proteger a saúde mental e a preservar a memória. De acordo com os especialistas, correr estimula a criação de novas células no hipocampo, a parte do cérebro que se dedica à formação e armazenamento de memória.

Sendo que doenças neurodegerativas como o Alzheimer envolvem, em parte, mudanças na forma como o cérebro usa as células de energia, o grupo de cientistas concluiu que o exercício pode ajudar à proteção das células responsáveis pela memória por estimular o aumento da irisina.

Ottavio Arancio, professor de patologia e biologia celular da Universidade de Columbia, explica à Nature que investigações como estas "ajudam-nos a cimentar a ideia de que o exercício combate o avanço da demência. No entanto, como foram testados em ratos, não podemos afirmar de forma veemente que terá o mesmo efeito em pessoas", explicou, no entanto. "Mas estamos no bom caminho e, se puder, levante-se e vá mexer-se", aconselha por fim.