Escolha as suas informações

Eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas. Saiba o que muda
Viver 2 25.02.2021

Eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas. Saiba o que muda

Eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas. Saiba o que muda

Foto: Pixabay
Viver 2 25.02.2021

Eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas. Saiba o que muda

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A partir do próximo dia 1 de março alguns eletrodomésticos vendidos na União Europeia passam a ter novas etiquetas energéticas.

A alteração tem como objetivo tornar mais clara a informação disponível para os consumidores. A nova escola energética vai substituir a anterior - que varia  entre a letra A e a G, e já vai poder ser visto em produtos à venda a partir de 1 de março. 

Os vendedores terão 14 dias úteis para substituir a antiga etiqueta energética em todos os produtos em questão  - máquinas de lavar loiça, máquinas de lavar roupa, frigoríficos, congeladores, televisões e ecrãs de computador. A nova etiqueta estará também visível em lâmpadas mas, neste caso, apenas aa 1 de setembro de 2021, adianta ainda o Ministério da Economia.   

Com a evolução tecnológica dos produtos foram sendo introduzidas as classes A+, A++ e A+++ para identificar os produtos mais eficientes. Mas esta forma de etiquetagem tornou a tarefa mais complicada ao consumidor para diferenciar as diferentes classes energéticas, segundo explica o Ministério da Economia. 

Daí as autoridades europeias terem decidido voltar ao antigo sistema, ou seja à escala de A a G, sendo que A representa os produtos mais eficientes e G os menos eficientes, do ponto de vista energético, abandonando os antigos '+' adicionais.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.