Escolha as suas informações

"Elefante mais solitário do mundo" será libertado do zoo para uma nova vida
Viver 2 min. 07.09.2020

"Elefante mais solitário do mundo" será libertado do zoo para uma nova vida

"Elefante mais solitário do mundo" será libertado do zoo para uma nova vida

Viver 2 min. 07.09.2020

"Elefante mais solitário do mundo" será libertado do zoo para uma nova vida

Ativistas de direitos dos animais já faziam lobby para a sua deslocalização desde 2016.

Kaavan, um elefante que se tornou uma causa comum dos ativistas dos direitos dos animais em todo o mundo, será autorizado a abandonar o seu jardim zoológico paquistanês e transferido para melhores condições, disse sábado a Four Paws, grupo de protecção dos animais que tem vindo a intervir no caso. 

Conhecido como o "o elefante mais solitário do mundo" pelos seus defensores, Kaavan "definhou num jardim zoológico na capital paquistanesa de Islamabad durante mais de 35 anos", noticiou a Associated Press. 

Martin Bauer, porta-voz da Four Paws, disse que o elefante recebeu finalmente aprovação médica para viajar, muito provavelmente para o Camboja, onde encontrará companheirismo e melhores condições.

O elefante Kaavan, com excesso de peso, mesmo quando mostrava sinais de má nutrição, foi submetido a um exame médico completo no jardim zoológico na sexta-feira, informou Bauer. Em maio, o Tribunal Superior do Paquistão ordenou o encerramento do Jardim Zoológico de Marghazar por causa "das suas condições abismais", acusado de negligência sistémica.

As "condições terríveis" do jardim zoológico e a vontade de resgatar Kaavan atraiu a atenção de ativistas animais em todo o mundo, bem como de celebridades, incluindo a cantora americana Cher, que fez lobby para a sua recolocação e celebrou as novidades através do Twitter "Acabámos de ouvir do Tribunal Superior do Paquistão, Kaavan está livre". 

"Infelizmente, o resgate chega demasiado tarde para dois leões que morreram durante uma tentativa de transferência no final de julho, depois dos tratadores de animais locais terem ateado um incêndio no seu recinto para os forçar a entrar nas suas caixas de transporte", disse Bauer num comunicado divulgado este sábado. 

Informou ainda que a Four Paws foi convidada pelo Conselho de Gestão da Vida Selvagem de Islamabad para transferir em segurança os animais restantes para o jardim zoológico.


Quinta do Cavalo Kiron, centro terapeutico em Sintra, Lisboa, de Nathalie Durel.
Nathalie Durel. A psicóloga que criou um centro de apoio à saúde mental com cavalos terapeutas
A Quinta do Cavalo de Kiron é o primeiro espaço terapêutico de Intervenções Assistidas por Equinos em Portugal.

Kaavan foi até agora forçado a viver uma vida solitária num pequeno recinto. As suas unhas estavam rachadas e cresciam em excesso aparentemente devido a anos de vida num recinto impróprio com chão que lhe danificava os pés. 

 "Após as verificações, que confirmaram que Kaavan é suficientemente forte, serão agora tomadas medidas para finalizar a sua recolocação num santuário de animais potencialmente no Camboja", disse Bauer. 

Kaavan, que perdeu o seu parceiro em 2012, tem desde então lutado contra a solidão. Bauer disse que o elefante "também desenvolveu um comportamento estereotipado, o que significa que abana a cabeça para trás e para a frente durante horas. Isto é principalmente porque ele está simplesmente aborrecido", disse Bauer.

A equipa do Four Paws que levou a cabo a examinação física de Kaavan incluiu veterinários e peritos em vida selvagem. Não se soube imediatamente quando é que Kaavan poderá viajar. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.