Escolha as suas informações

Eclipse lunar: Super-Lua Vermelha pode ser observada no Luxemburgo, na madrugada de segunda-feira

Eclipse lunar: Super-Lua Vermelha pode ser observada no Luxemburgo, na madrugada de segunda-feira

Viver 2 min. 25.09.2015

Eclipse lunar: Super-Lua Vermelha pode ser observada no Luxemburgo, na madrugada de segunda-feira

Na madrugada de segunda-feira, 28 de Setembro, vai ter lugar um eclipse lunar, que vai conferir ao nosso satélite natural uma cor alaranjada, a popularmente chamada "Lua Vermelha" ou "Lua de Sangue". Simultaneamente esta é a maior Super-Lua deste ano. Se o céu não estiver nublado na nossa latitude, o fenómeno astronómico poderá ser observado no Luxemburgo entre as 4h11 e as 5h23.

Na madrugada de segunda-feira, 28 de Setembro, vai ter lugar um eclipse lunar, que vai conferir ao nosso satélite natural uma cor alaranjada, a popularmente chamada "Lua Vermelha" ou "Lua de Sangue". Simultaneamente esta é a maior Super-Lua deste ano. Se o céu não estiver nublado na nossa latitude, o fenómeno astronómico poderá ser observado no Luxemburgo entre as 4h11 e as 5h23.

Na segunda-feira de madrugada há Lua Cheia às 3h47. Como esta ocorre perto do perigeu (altura da maior aproximação da Lua à Terra, que corresponde a cerca de 93% da distância média entre eles) o nosso satélite natural está 50 mil km mais próximo da Terra, e vai assim parecer 14% maior do que é habitual e 30% mais brilhante. Trata-se da penúltima e maior super-Lua deste ano de 2015.

Tal como terá sucedido aquando da Lua Nova anterior, esta fase da Lua terá lugar muito perto do plano da eclíptica, dando assim origem a um eclipse lunar.

Este eclipse será total pois a Lua vai atravessar a região de maior escuridão da sombra da Terra (a umbra), uma zona que vai desde a América do Norte ao Médio Oriente, passando pela Europa.

Este eclipse poderá começar a ser observado a partir das a 2h12 e estará concluído às 7h22. Na Europa Ocidental, e mais particularmente no Luxemburgo, o horário para a melhor observação é entre as 4h11 e as 5h23.

O fenómeno pode ser observado a olho nu ou com binóculos e não necessita nenhuma protecção particular para os olhos.

Porque fica a Lua vermelha?

O mesmo fenómeno de dispersão de luz na atmosfera responsável pelo nosso céu ser azul, faz com que num eclipse lunar total a Lua receba parte da radiação solar vermelha desviada pela nossa atmosfera, conferindo-lhe assim aquele tom vermelho característico, o que é popularmente conhecido por "Lua Vermelha" ou "Lua de Sangue".

A última Super Lua Vermelha teve lugar em 1982 e a próxima poderá ser vista em 2033.

A Super-Lua Vermelha fecha uma "tétrade lunar"

O eclipse da Super-Lua Vermelha da próxima  segunda-feira de madrugada fecha uma “tétrade lunar”. Este termo científico descreve um fenómeno raro, mas não único (a última ocorreu em 2003-2004), quando quatro ecplises lunares totais acontecem consecutivamente num relativo curto espaço de tempo.

Depois dos eclipses lunares de 15 de Abril e 8 de Outubro de 2014, seguidos do de 4 de Abril de 2015, o quarto, em menos de 18 meses, acontece a 28 de Setembro.

JLC/com agências e Ciência Viva na Imprensa Regional



Notícias relacionadas

As imagens do eclipse lunar
Os eclipses lunares acontecem quando o satélite natural da Terra atravessa a zona de sombra que o planeta projeta no espaço. Neste caso, Terra, Lua, Sol e Marte ficaram perfeitamente alinhados e registou-se a chamada Lua de sangue com aspeto avermelhado.