Escolha as suas informações

Differdange, “vila morena”, homenageia 25 de abril

Differdange, “vila morena”, homenageia 25 de abril

Foto: Paulo Lobo
Viver 11 20.06.2018

Differdange, “vila morena”, homenageia 25 de abril

Paula TELO ALVES
Paula TELO ALVES
As marchas populares em Differdange foram dedicadas aos militares, sem esquecer os homens que fizeram a revolução dos cravos.

Em Differdange, no sábado, ouviu-se a Grândola. A senha da revolução dos cravos foi adaptada para a oitava edição das Marchas Populares, convertendo a vila alentejana na localidade do sul do Luxemburgo. A primeira estrofe ficou assim: “Differdange, vila morena / Terra da igualdade / O povo é quem mais alegra / Differdange, linda cidade”.

A letra de Zeca Afonso foi adaptada por Vera de Jesus, vice-presidente do Grupo Cultural e Apoio Social, que organiza as marchas com o Rancho Folclórico Tricanas de Differdange desde 2010. “Fui eu e a Beatriz Ribeiro, que toca a concertina”, contou ao Contacto.

Fardados de soldados, os marchantes prestaram homenagem “aos homens que partem para a guerra”, mas também aos militares portugueses “que lutaram pela liberdade e pelo fim da guerra” nas ex-colónias, explicou Vera de Jesus. Uma homenagem que, na “Grândola à luxemburguesa”, se estende também a Differdange, com o verso “terra onde sou feliz”.

Este ano, as marchas, dedicadas aos três santos populares, foram novamente apadrinhadas pelo burgomestre da localidade, Roberto Traversini, que desfilou com a madrinha do evento, a apresentadora de rádio Ana Maria Albuquerque. No cortejo participaram ainda as marchas de Dudelange, dedicadas a Amália, e as de Esch-sur-Alzette.

Quem perdeu, pode voltar a ver o desfile de Differdange nas Marchas de São João, em Esch, onde o grupo é convidado, dia 30 de junho. P.T.A.