Escolha as suas informações

Covid-19. Truques para evitar tocar no rosto com as mãos
Viver 2 min. 24.03.2020

Covid-19. Truques para evitar tocar no rosto com as mãos

Covid-19. Truques para evitar tocar no rosto com as mãos

Viver 2 min. 24.03.2020

Covid-19. Truques para evitar tocar no rosto com as mãos

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
As mãos são o maior veículo de contágio do coronavírus. Os olhos, nariz e boca as entradas privilegiadas do corpo. Saiba como pode reprimir este gesto.

Apoiar o queixo nas mãos, esfregar os olhos, ajustar os óculos, esfregar o nariz, coçar a face, roer as unhas, são gestos que fazemos desde sempre e inconscientemente.

Por hora, levamos pelo menos 23 vezes as mãos ao rosto, ou seja, uma vez a cada 2,5 minutos, indica um estudo australiano realizado em estudantes de medicina, em 2015.


Covid-19. Número de infetados supera os mil no Luxemburgo
Subiu para 1.099 o número de pessoas infetadas pelo novo coronavírus no Luxemburgo.

Agora, em tempo do novo coronavírus as autoridades de saúde pedem-nos para parar de tocar no rosto. As mãos tocam em todo o lado e são o maior veículo de contágio podendo levar o vírus às zonas mucosas dos olhos, nariz, boca, entradas privilegiadas do corpo humano.

Mexer na cara é uma “espécie de mecanismo auto-apaziguador”, que ajuda a manter a calma e reduzir o stress, declara Dacher Keltner, psicólogo da Universidade da Califórnia, Berkeley ao jornal The New York Times. Isto, porque o toque pele com pele liberta a hormona ocitocina que ajuda à sensação de tranquilidade.

Então como vamos nós conseguir reprimir os tiques de mexer no rosto?

Aqui ficam alguns truques:

A começar pela dica habitual de espalhar post it por toda a casa a lembrar para não tocar no rosto e lavar as mãos com frequência.

Tenha sempre lenços de papel à mão. Se lhe apetecer esfregar o nariz use um lenço, em vez de o fazer com os dedos. Para compor os óculos, use um lenço.

Aliás, os dermatologistas estão a aconselhar a deixar as lentes de contacto na gaveta e a usar óculos. Para evitar esfregar os olhos.

Outra alternativa é manter sempre as mãos ocupadas. Se estiver ao computador use uma bola de stress, por exemplo, mas lembre-se de a desinfetar com bastante frequência. Em casa, aproveite as tarefas domésticas que lhe irão diminuir estes ‘tiques’.

Aperceba-se dos seus próprios tiques, ou seja, fique atento e perceba quando leva as mãos aos olhos, nariz ou boca e porque o faz. Se tomar consciência pode diminuir as vezes que o faz.

Use um sabonete ou gel com cheiro intenso quando lava as mãos. Assim, antes que elas toquem no rosto sente-se o cheiro e pode funcionar como um travão.

E já que estamos em confinamento em família podemos começar a jogar ao “apanhei-te, estás a tocar no rosto”. E no final do dia, por exemplo, o membro da família que mais vezes tiver levado a mão ao rosto terá uma punição. Pode ser desde realizar determinada tarefa doméstica ou colocar dinheiro no frasco ou caixa que se pode ir juntando para, no final do confinamento realizar algo em família. O melhor é deixar a imaginação funcionar e escolher em família ou entre o casal, as sanções a aplicar.

E até já há um site que o ajuda evitar levar as mãos ao rosto, chama-se “Don’t Touch Your Face”. Clique aqui.

Quando estiver a trabalhar ao computador este site ligado à sua câmara avisa-o sempre que tocar no rosto.  A tentativa para controlar estes gestos pode também tornar-se um jogo, que faz consigo mesmo.

 Para evitar roer as unhas há sempre o velho truque da pimenta ou aplique um verniz azedo para controlar este tique.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.