Escolha as suas informações

Cortar nos hidratos de carbono para emagrecer? Não faça isso
Viver 24.05.2019

Cortar nos hidratos de carbono para emagrecer? Não faça isso

Cortar nos hidratos de carbono para emagrecer? Não faça isso

Foto: Shutterstock
Viver 24.05.2019

Cortar nos hidratos de carbono para emagrecer? Não faça isso

Corte pode ter consequências para a saúde, dizem os especialistas.

A primeira coisa em que pensa quando o objetivo é perder peso tende a ser cortar nos hidratos de carbono. Adeus prato de massa, adeus pão. As dietas sem hidratos são talvez as mais usadas sem acompanhamento médico, mas também das mais receitadas pelos nutricionistas. No entanto, a longo prazo, eliminar este grupo alimentar da dieta pode ter consequências para a sua saúde. 

Um estudo recente realizado pela Sociedade Europeia de Cardiologia, com sede na Alemanha, indicou que cortar nos hidratos pode aumentar o risco de morte prematura. Não parece haver dúvidas, disse à revista Times um dos autores, Maciej Banach. "A mensagem é simples. Devemos evitar regimes alimentares com poucos hidratos de carbono, sobretudo aqueles que nos mandam consumir menos de 26% em calorias diárias em forma de hidratos". 

Durante a investigação foram analisadas dietas e dados clínicos de 25 mil pessoas, entre 1999 e 2010. Aqueles que consumiam menos hidratos tinham um risco de mortalidade maior, um aumento de 32%, cerca de 50% mais hipóteses de morrer de doenças vasculares e 36% mais probabilidade de vir a ter cancro, em comparação com aqueles que comiam sem restrições.

"Há sempre consequências em cortar completamente um grupo alimentar, sobretudo se não é substituído por escolhas equilibradas e saudáveis", explicou a autora do estudo. Os especialistas alertam, por isso, que dietas carregadas de produtos de origem animal ou apenas à base de vegetais podem ser insuficientes para o equilíbrio do corpo, podendo mesmo aumentam o risco de doenças cardíacas. Por outro lado, os hidratos são uma fonte de fibra de que precisamos regularmente.

No entanto, a moderação parece ser o melhor caminho. Maciej Banach aconselha a incluir os hidratos nas refeições do dia-a-dia, mas fazendo boas escolhas. "Por que não optar por feijão preto, algumas frutas, quinoa e grãos?" sugere, lembrando que nem só o pão branco, a massa ou as bolachas têm hidratos.

Ana Patrícia Cardoso