Escolha as suas informações

Há cinco lugares assombrados no Luxemburgo. Tem coragem de os visitar?
Viver 4 min. 17.09.2022
Fantasia

Há cinco lugares assombrados no Luxemburgo. Tem coragem de os visitar?

Nas florestas do Grão-Ducado vivem fantasmas de lavadeiras, anões de coração partido e lobisomens.
Fantasia

Há cinco lugares assombrados no Luxemburgo. Tem coragem de os visitar?

Nas florestas do Grão-Ducado vivem fantasmas de lavadeiras, anões de coração partido e lobisomens.
Foto: Jean-Philippe Schmit
Viver 4 min. 17.09.2022
Fantasia

Há cinco lugares assombrados no Luxemburgo. Tem coragem de os visitar?

Jean-Philippe SCHMIT
Jean-Philippe SCHMIT
O Luxemburgo é um país cheio de fantasmas, lobisomens e lugares assustadores e misteriosos acessíveis por trilhos pedestres. Conheça cinco locais mágicos e aterradores do país. Amanhã publicaremos outras cinco regiões assombradas e mágicas.

O livro "Sagenschatz des Luxemburger Landes" (O Tesouro das Lendas Luxemburguesas), publicado em 1883, está cheio de contos de bruxas, fantasmas e animais assombrados. O Luxemburguer Wort montou dez trilhos de caminhadas que passam por estes lugares mágicos. 

 1. Lavadeiras de roupa branca fantasmagóricas em Lintgen 

Duas gigantescas silhuetas humanas erguem-se das águas.
Duas gigantescas silhuetas humanas erguem-se das águas.
Photo: Jean-Philippe Schmit

O trilho de doze quilómetros de Lintgen passa a velha lagoa ao quilómetro dois. É suposto ser assombrado. Diz a lenda que durante a noite de sexta-feira para sábado, duas figuras humanas gigantescas se revelam. Eles chicoteiam a superfície da água com paus longos e dançam à volta do lago. "Mas ao mínimo ruído, desaparecem imediatamente e tudo o que se pode ouvir é um salpico violento. 

Na fonte do Kasselt, ao quilómetro sete, músicos vestidos de vermelho surgem antes de uma tempestade. A sua música suave atrai as lavadeiras, que batem e batem tão freneticamente nas suas roupas que trovões e tempestades soam. O espetáculo não deve ser perturbado em circunstância alguma. Diz-se que um viajante que assobiava quando a música estava a tocar foi imediatamente atingido por um relâmpago. 

2. O lobisomem de Keispelt 

O pastor que se transformava em lobo.
O pastor que se transformava em lobo.

"Houve em tempos um pastor em Keispelt que tinha a reputação de ser um feiticeiro. Um dia, levou o seu rebanho de ovelhas a pastar com os seus dois filhos. Ao meio-dia, fizeram uma pausa à sombra da floresta. O cão observava o rebanho e o pai foi procurar uma ovelha perdida. 

"Mas se o lobo vier, não tenham medo. Basta atirar-lhe o avental vermelho de Lieschen, e ele não poderá fazer nada contra vocês", disse o pai aos filhos, antes de desaparecer na floresta. Passado algum tempo, apareceu um lobo. As crianças atiraram o avental vermelho aos pés da besta e o lobo rasgou-o em pedaços. Depois desapareceu de novo. Uma hora mais tarde, o pai reapareceu, foi para a cama e adormeceu com a boca aberta. "Os filhos viram então que o pai tinha pedaços do avental de Lieschen presos entre os seus dentes". 

3. La "Felsenfrächen" de Grevenmacher

A fantasma do rochedo nunca mais foi vista, desde 2017.
A fantasma do rochedo nunca mais foi vista, desde 2017.
Photo: Ville de Grevenmacher

Nas vinhas em redor de Grevenmacher, pode-se encontrar o espírito da Felsenfrächen (mulheres do rochedo. Por volta do ano de 1640, diz-se que uma mulher silenciosa viveu nas altas falésias entre Machtum e Grevenmacher. Ela era ouvia cantar e gritar durante a hora do espírito. Contudo, a mulher era apreciada pelos habitantes porque preparou "todo o tipo de poções de cura para o gado doente".

Um dia um rapaz veio ter com a mulher do rochedo para pedir ajuda com uma vaca doente. A mulher atraiu o rapaz para a sua casa subterrânea e não o deixou sair. Quando o rapaz tentou fugir, a mulher ficou muito zangada. "Ela atacou o rapaz e rasgou-o em dois. Como resultado, a mulher da rocha foi queimada na fogueira. Desde então, ela pode ser vista pela manhã quando desce ao Mosela para lavar a sua roupa. 

4. Gado fantasma em Vianden

Perto do Castelo de Vianden habitam touros fantasmas.
Perto do Castelo de Vianden habitam touros fantasmas.
Photo: Chris Karaba

 O circuito pedestre Vianden II passa por um lugar onde três estátuas de virgens permaneceram até à Revolução Francesa. Diz-se que os "sans-culottes" as atiraram ao L'Our. Desde então, animais fantasmagóricos costumam vaguear pela área. Um dia, um pescador viu um touro. Quando o levou para casa, o touro misterioso foi ficando cada vez maior. O pescador ficou com medo e soltou o animal, deixando-o partir.


Descubra as 10 maravilhas do Luxemburgo
Aqui está uma lista de lugares que é obrigatório conhecer no Luxemburgo, seja residente ou turista.

Quem sair deste lugar para o circuito pedestre Vianden I Autopedestrian passa por outro espaço que também é assombrado. Diz a lenda que um dia alguns jovens de Vianden se disfarçaram, um dos quais com a pele de um touro. No caminho, conheceram um clérigo. Os jovens tiraram as suas máscaras e ajoelharam-se. Exceto o do touro que, por brincadeira se atirou ao clérigo. O jovem caiu "morto no local". A pele do touro já não podia ser removida, por isso o rapaz foi enterrado com a pele nas margens do L'Our. Desde então, um touro tem assombrado o norte de Vianden.

5. O anão loucamente apaixonado de Junglinster 

Reza a lenda que perto dos bosques de Junglinster reside um anão apaixonado.
Reza a lenda que perto dos bosques de Junglinster reside um anão apaixonado.
Photo: Anouk Antony

Reza a lenda que um anão apaixonado vive no bosque em redor de Junglinster. Um dia, o anão apaixonou-se por uma rapariga da aldeia. "Depois de ter percebido que a sua relação não tinha futuro, o anão não a deixou e procurou-a por toda a parte. A rapariga foi pedir ajuda ao pastor e ele lembrou-se de uma receita antiga.

"Pegue num punhado de sal e dissolva-o na água. Mergulha-se nele um pedaço de pão e depois polvilha-se com enxofre e deixe secar no forno". A jovem devia, depois, comer parte desse pão antes da próxima visita do anão e obrigar o pequeno homem a comê-lo também, quando surgisse. A rapariga fez o que lhe foi aconselhado. "O anão ficou enojado, foi-se embora e nunca mais foi visto".

Amanhã, domingo publicaremos outros cinco lugares assombrados e habitados por figuras mágicas no Luxemburgo.

(Este artigo foi publicado originalmente na edição francesa do Luxemburger Wort.)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.