Escolha as suas informações

Animais expiatórios
"O bode expiatório", de William Holman Hunt, 1854.

Animais expiatórios

"O bode expiatório", de William Holman Hunt, 1854.
Editorial Viver 19.12.2018

Animais expiatórios

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Há uma série de casos de transmissão de doenças para o ser humano em que a culpa não morre solteira, porque é dos animais.

O animal não tinha feito mal algum, mas acabava por carregar a culpa de todo aquele povo. Era um ritual religioso. Purificação da nação. O bode sorteado era lançado sozinho ao deserto, carregando os pecados de todo o Israel. Era então o "bode expiatório", porque expiava, purificava, tirava os pecados dos judeus. 

Mais tarde, curiosamente, o bode expiatório "virou-se contra" os judeus e estes passaram a ser o bode expiatório da peste negra na idade média, o bode expiatório na Alemanha e de tantas outras situações condenáveis. 

Mas o bode não é o único animal expiatório do Homem. Já em 1998 o vocalista dos GNR, Rui Reininho, cantava "a culpa é do mosquito". Não sei se a letra da música que deu nome ao álbum "Mosquito" tem alguma ligação a certas doenças que continuam a afetar milhões de seres humanos, mas o que é certo é que o mosquito é tido como o culpado da transmissão, por exemplo, do vírus do dengue, vírus do oeste do Nilo ou do vírus Zika, este último que terá entrado no Brasil precisamente na altura do Campeonato do Mundo que aí se realizou em 2014.

Ainda no Brasil, mas na semana passada, o Ministério da Saúde divulgou 16.900 casos suspeitos de alterações no crescimento e desenvolvimento que poderiam estar relacionados com a infeção transmitida pelo vírus Zika, só entre 2015 e 2018. O balanço dava conta ainda de mais de três mil casos de contaminações in vitro e 351 mortes. Neste momento há outros 165 casos de morte em investigação. 

"Toda a gente diz, a culpa é do mosquito...", mas não só. Devia haver uma quinta só para os animais expiatórios, curiosamente todos ligados a fenómenos na área da saúde. Isto porque, por exemplo, para o HIV-sida a culpa é do macaco. Para a gripe das aves, a culpa é carregada pela galinha selvagem e para a gripe A, a culpa vai inteirinha para um porco. 

E o homem, tem alguma culpa nisto?