Escolha as suas informações

Variante britânica continua a dominar casos no Luxemburgo
Sociedade 19.03.2021

Variante britânica continua a dominar casos no Luxemburgo

Variante britânica continua a dominar casos no Luxemburgo

Foto: Britta Pedersen/dpa-Zentralbild
Sociedade 19.03.2021

Variante britânica continua a dominar casos no Luxemburgo

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Durante a primeira semana de março, variante britânica foi detetada em 62% dos casos sequenciados pelo Laboratório Nacional de Saúde.

Seguinte a tendência das últimas semanas, a variante britânica continua a dominar as infeções no Luxemburgo. De acordo com o relatório semanal apresentado pelo Laboratório Nacional de Saúde, esta variante 70% mais contagiosa é responsável por mais de metade dos casos. 

Na semana entre 1 e 7 de março, o LNS sequenciou 475 amostras, que representam 34% dos casos positivos no país (1191). Destas, 62% dizem respeito à variante britânica, ou seja, 258 casos de covid-19. Já a variante sul-africana foi detetada em 76 amostras analisadas, o que representa 18,5% do total. 

Uma amostra também confirmou a presença da variante brasileira no Grão-Ducado. Os especialistas defendem que uma infeção anterior com o coronavírus não dá imunidade contra esta variante.

Um estudo publicado na revista de medicina britânica British Medical Journal (BMJ), concluiu que a variante inglesa da covid-19 não é apenas mais contagiosa, é também 64% mais mortal que a estirpe mais comum do SARS-CoV-2. De acordo com a investigação realizada pelas universidades de Exeter e de Bristol, em 1.000 casos identificados, a variante inglesa provoca 4,1 mortes por comparação com as 2,5 provocadas pela primeira versão dominante do novo coronavírus.



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas