Escolha as suas informações

Vacina candidata à prevenção da covid-19 com "eficácia de 90%"
Sociedade 09.11.2020 Do nosso arquivo online

Vacina candidata à prevenção da covid-19 com "eficácia de 90%"

Vacina candidata à prevenção da covid-19 com "eficácia de 90%"

Foto: AFP
Sociedade 09.11.2020 Do nosso arquivo online

Vacina candidata à prevenção da covid-19 com "eficácia de 90%"

AFP
AFP
A vacina candidata à cura da covid-19 desenvolvida pela farmacêutica americana Pfizer e a empresa alemã BioNTech está atualmente na fase 3 de testes.

A vacina desenvolvida em parceria pela Pfizer e pela BioNTech demonstrou "90% de eficácia" na prevenção de infeções por covid-19. A conclusão surgiu durante o ensaio em larga escala da fase 3, o último passo antes de ser submetida para aprovação, anunciaram esta segunda-feira as duas empresa.

De acordo com os resultados preliminares, a proteção dos pacientes foi alcançada sete dias após a segunda das duas doses e 28 dias após a primeira. "Mais de oito meses após o início da pior pandemia em mais de um século, acreditamos que este marco representa um avanço significativo para o mundo na nossa batalha contra a covid-19", afirmou o presidente e CEO da Pfizer, Albert Bourla numa declaração citada pela AFP. 

"Os primeiros resultados do nosso ensaio da vacina para o novo coronavírus da fase 3 são uma prova inicial da capacidade da nossa vacina para prevenir a covid-19", acrescentou. As empresas planeiam fornecer até 50 milhões de doses de vacinas em todo o mundo em 2020 e até 1,3 mil milhões de doses em 2021.


Brasil vai poder fabricar um milhão de vacinas por dia em 2021
Uma nova fábrica do Instituto Butantan poderá produzir por dia um milhão de doses da Coronavac, vacina contra a covid-19 a ser testada no Brasil, a partir do segundo trimestre de 2021, disse à Lusa o secretário de Saúde de São Paulo.

As taxas de infeção pela covid-19 voltaram a atingir níveis recorde nas últimas semanas, com os sistema de saúde em rutura em vários países, incluindo Europa, ao mesmo tempo que o número de mortes está a aumentar. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas