Escolha as suas informações

Transplante de coração negado a paciente que recusou vacina contra a covid-19
Sociedade 26.01.2022
Covid-19

Transplante de coração negado a paciente que recusou vacina contra a covid-19

Covid-19

Transplante de coração negado a paciente que recusou vacina contra a covid-19

Pixabay
Sociedade 26.01.2022
Covid-19

Transplante de coração negado a paciente que recusou vacina contra a covid-19

Redação
Redação
Um hospital na cidade de Boston, nos Estados Unidos, afirmou que não vai realizar um transplante de coração a um paciente que recusou ser vacinado contra a covid-19.

O caso envolve DJ Ferguson, 31 anos, que estava sinalizado como prioritário para um transplante de coração, mas que deixou de ser elegível por ter recusado a ser inoculado com uma das vacinas contra a covid-19.  

De acordo com o jornal The Guardian, o hospital considerou que DJ deixou de ser elegível já que é dada prioridade a quem tenha "maiores chances de sobrevivência". Isto porque há escassez de órgãos e porque o sistema imunitário fica muito fragilizado após o transplante e uma pequena complicação de saúde pode custar-lhe a vida. 

Em comunicado, a unidade de saúde reiterou que "como muitos outros programas de transplante nos Estados Unidos, a vacina covid-19 é uma das várias vacinas e comportamentos de estilo de vida necessários para candidatos a transplante no sistema, a fim de criar mais hipóteses de a operação ser bem sucedida e de o paciente sobreviver ao transplante".

Segundo o pai de Ferguson, David, a vacina contra a covid-19 vai contra os seus princípios: "Ele não acredita". A família não sabe o que fazer a seguir, devido à sua recusa. Consideraram transferi-lo para uma instalação diferente, mas reconhecem que o paciente pode não sobreviver à viagem. "Estamos a procurar agressivamente todas as opções, mas estamos a ficar sem tempo”, disse o pai de DJ". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas