Escolha as suas informações

Transfronteiriços belgas podem continuar em teletrabalho até ao fim de 2021
Sociedade 22.09.2021
Trabalho

Transfronteiriços belgas podem continuar em teletrabalho até ao fim de 2021

Trabalho

Transfronteiriços belgas podem continuar em teletrabalho até ao fim de 2021

Foto: dpa
Sociedade 22.09.2021
Trabalho

Transfronteiriços belgas podem continuar em teletrabalho até ao fim de 2021

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Os transfronteiriços belgas que trabalham no Luxemburgo vão poder continuar a trabalhar a partir de casa pelo menos até 31 de dezembro de 2021.

O prolongamento do teletrabalho para combater a pandemia foi anunciado pelo Ministério das Finanças do Grão-Ducado.

A medida extraordinária permite aos trabalhadores transfronteiriços continuarem afiliados à Segurança Social luxemburguesa, sem perder as prestações sociais. Isto porque uma diretiva europeia prevê a perda de afiliação caso o funcionário trabalhe mais de 25% do seu tempo no país de residência.


OGBL denuncia aumento de impostos para transfronteiriços franceses
Segundo a central sindical, o aumento varia de algumas centenas de euros a vários milhares de euros.

O ministro das Finanças, Pierre Gramegna regozija-se com o acordo, defendendo que "constitui um dispositivo essencial na luta contra a pandemia, permitindo que os transfronteiriços trabalhem em segurança". 

O Luxemburgo emprega atualmente cerca de 48.000 transfronteiriços da vizinha Bélgica. O mesmo acordo também já foi assinado com a França e a Alemanha.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas