Escolha as suas informações

Grã-Duquesa homenageada pela ONU por luta contra a violência sexual
Sociedade 13.09.2021
Trabalho humanitário

Grã-Duquesa homenageada pela ONU por luta contra a violência sexual

Trabalho humanitário

Grã-Duquesa homenageada pela ONU por luta contra a violência sexual

Foto: Claude Piscitelli
Sociedade 13.09.2021
Trabalho humanitário

Grã-Duquesa homenageada pela ONU por luta contra a violência sexual

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Ao recebeu o prémio, a Grã-Duquesa lembrou que "defender a causa das mulheres é, antes de tudo, defender um humanismo universal. Não é a luta só das mulheres, é uma luta comum a todos".

Na sexta-feira passada a Grã-Duquesa Maria Teresa recebeu o título de "campeã na luta contra a violência sexual relacionada com o conflito" das Nações Unidas, numa cerimónia realizada no Castelo de Berg. 

O prémio foi entregue por Pramila Patten, representante das Nações Unidas para a Violência Sexual, que agradeceu a Maria Teresa por ter "feito soar o alarme para dizer que não bastava ficarmos indignados e que a inércia não era opção quando estão em jogo vidas inocentes". Patten também elogiou "a ousadia da Grã-Duquesa em chamar a atenção política para o assunto".

No discurso de agradecimento, Maria Teresa fez questão de falar sobre o projeto que criou em 2019, Stand Speak Rise UP!, que luta contra a violência sexual das mulheres no mundo. 

"Quando ouço que meninas de dez anos são dadas para casar com combatentes dos taliban, como chamar isso de outra coisa além de violação, física e social?", disse, fazendo referência à recente tomada de poder no Afeganistão.  "O que está a acontecer neste país hoje é uma tragédia, cujas consequências dizem respeito, em primeiro lugar, às mulheres afegãs, e estamos todos solidários". A Grã-Duquesa disse ainda que "defender a causa das mulheres é, antes de tudo, defender um humanismo universal. Não é a luta só das mulheres, é uma luta comum a todos".  

Para além da presença do Grão-Duque Henri, a cerimónia contou também com Fernand Etgen, presidente da Câmara dos Deputados e Jean Asselborn, ministro dos Negócios Estrangeiros.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas