Escolha as suas informações

Sondagem. Maioria dos pais diz estar a lidar bem com 'escola à distância'
Sociedade 02.04.2020

Sondagem. Maioria dos pais diz estar a lidar bem com 'escola à distância'

Sondagem. Maioria dos pais diz estar a lidar bem com 'escola à distância'

Foto: AFP
Sociedade 02.04.2020

Sondagem. Maioria dos pais diz estar a lidar bem com 'escola à distância'

Diana ALVES
Diana ALVES
Escolas e creches estão encerradas desde 16 de março.

As experiências com  o 'ensino à distância', em vigor desde o dia 16 de março, parecem estar a correr bem para pais e professores, de acordo com uma sondagem recente do Ministério da Educação. As escolas e creches do país estão encerradas por ordem do governo para tentar conter a propagação do novo coronavírus. 

De acordo com o inquérito realizado a 30 e a 31 de março e na qual participaram cerca de 17.000 pessoas (4.265 professores e 12.945 pais), a esmagadora maioria de pais e professores tem-se adaptado bem a este modelo de ensino e está a conseguir gerir a situação, inédita no país. Segundo os resultados, 90% dos docentes dizem estar a "sair-se bem", ao passo que junto dos pais essa percentagem ronda os 87%. Por outro lado, os números mostram que os pais são quem sente mais dificuldades com esta forma de ensino. Cerca de 13% sentem-se "ultrapassados pela situação". Entre os professores, essa taxa é de 9,2%. 

Entre os fatores menos positivos, a falta de tempo é apontada por 50% pelos pais, seguindo-se a falta de conhecimentos (33%), falta de material informático (9%) e a falta de informação (8%). 


“Não sei alemão nem francês, como posso ajudar os meus filhos nas aulas em casa?”
Há pais portugueses no Luxemburgo muito preocupados por não terem competências para apoiar nos trabalhos escolares nestes tempos de confinamento. Alguns nem têm computador. O relato de vários pais e os alertas de associações e sindicatos.

O estudo do Ministério da Educação revela ainda que os alunos trabalham, em média, 3,60 horas por dia; e os pais investem, também em média, 2,30 horas diárias no acompanhamento escolar dos filhos. O inquérito serviu também para pais e professores remeterem ao ministério um total de sete mil observações e sugestões, que, segundo o governo, "serão tidas em conta na planificação das próximas semanas". 

Escolas e creches de todo o país estão fechadas há praticamente três semanas. Tendo em conta a evolução da  epidemia do coronavírus covid-19 no Luxemburgo e após uma reavaliação pelas autoridades sanitárias, o governo decidiu prorrogar o período de suspensão das actividades no sistema educativo. Assim, o reinício das atividades, anteriormente previsto para 20 de abril foi adiado para 4 de maio.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas