Escolha as suas informações

Cerca de 400 portugueses no Luxemburgo com pensões em atraso
Sociedade 10.06.2021
Segurança Social portuguesa

Cerca de 400 portugueses no Luxemburgo com pensões em atraso

Segurança Social portuguesa

Cerca de 400 portugueses no Luxemburgo com pensões em atraso

Foto de arquivo: Alain Piron
Sociedade 10.06.2021
Segurança Social portuguesa

Cerca de 400 portugueses no Luxemburgo com pensões em atraso

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
No ano passado foi destacada, de Lisboa, uma técnica da Segurança Social portuguesa para facilitar o processo da reforma dos emigrantes portugueses.

O número de portugueses no Luxemburgo atualmente com pensões do Estado português em atraso ronda os 400 casos. Entre 2018 e 2019 esteve nos 1.700 casos e em fevereiro do ano passado caiu para 250.

No entanto, o número voltou agora a subir, devido à entrada de novos processos e ao tratamento de outras prestações sociais. O embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito, disse à Rádio Latina que esses processos estão a ser tratados e que os dois países estão a preparar o número de reformas do próximo ano.

A ligação entre os serviços de Segurança Social de Portugal e do Luxemburgo está a ser feita há um ano, no Grão-Ducado, por técnica que veio de Lisboa. Segundo o embaixador, a funcionária destacada pela Segurança Social portuguesa deverá ficar a trabalhar mais dois anos no Luxemburgo com o objetivo de facilitar o processo da reforma dos emigrantes portugueses.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O secretário de Estado das Comunidades ouviu hoje queixas de imigrantes no Luxemburgo que esperam por uma resposta de Portugal para obterem a reforma, durante o encontro “Diálogos com a Comunidade”. Houve quem se queixasse de estar há dois anos à espera da pensão de sobrevivência, após a morte do marido, ou quem só precise de um ano para completar os 40 anos de descontos e obter a reforma no Luxemburgo, caso de um português que não consegue que lhe reconheçam o tempo de serviço militar.
Contacto, Merl, centre culturel portugais, José Luis CARNEIRO, secretaires d'Etat portugais photo Anouk Antony
Esperam anos que a Segurança Social portuguesa envie os documentos necessários para pedirem a reforma no Luxemburgo. Casos kafkianos, que não se limitam aos imigrantes que querem pedir a pensão. Há quem se arrisque a perder o subsídio de desemprego por Portugal não certificar a carreira contributiva a tempo e horas. As histórias de quem desespera sem resposta de Portugal.
O Luxemburgo vai realizar uma nova sessão de informação sobre pensões, entre os dias 13 e 15 de fevereiro, na Caixa Nacional de Pensões (Caisse Nationale d'Assurance Pension - CNAP).
A retired woman uses a cane as she takes a walk in Enghien-les-Bains, north of Paris, August 26, 2013. France's government, which has been meeting with labour union heads about retirement issues, neared a deal with trade unions on Monday to overhaul the pension system via a slight lengthening of working lives, union chiefs said, as Europe's number two economy sought to bring a spiralling deficit under control.  REUTERS/Christian Hartmann (FRANCE - Tags: POLITICS BUSINESS EMPLOYMENT)