Escolha as suas informações

Sarre começa a desconfinar a partir de terça-feira
Sociedade 2 min. 05.04.2021

Sarre começa a desconfinar a partir de terça-feira

Sarre começa a desconfinar a partir de terça-feira

foto: AFP
Sociedade 2 min. 05.04.2021

Sarre começa a desconfinar a partir de terça-feira

AFP
AFP
É possível frequentar alguns lugares desde que se apresente um teste à covid-19 negativo realizado nas últimas 24 horas.

O Sarre é o único estado alemão a tomar a iniciativa de começar a abrir estabelecimentos para já. Terça-feira, seis de abril, as ruas e comércio já vão ficar com outra cara. Além de esplanadas, também abrem cinemas, teatros, salas de concerto ou  ginásios. O pré-requisito para estar nestes locais é apresentar um teste à covid-19 negativo nas últimas 24 horas. Além disso, até dez pessoas podem se reunir ao ar livre.

Com o este modelo de confinamento, o governo do estado quer devolver alguma liberdade aos cidadãos. "Depois de um ano de pandemia, temos que pensar em mais do que apenas fechar e restringir", disse o primeiro-ministro do Sarre, Tobias Hans, e com este modelo "nenhuma infeção por covid-19 deve passar despercebida. Porque quanto mais testes são realizados, mais depressa o detatamos". 

Em cafés e restaurantes, podem sentar-se até cinco pessoas de duas famílias nas esplanadas, desde que forneçam os seus dados e reservem com antecedência. Não é necessário um teste para isso. 

A vice-presidente do Saar-FDP, Angelika Hießerich-Peter, coloca, no entanto, algumas questões. "Alguns centros de testagem não estão abertos nos fins de semana. Com um teste de sexta-feira, não dá para ir ao teatro ou beber uma cerveja no domingo", disse. "O retorno ao normal só é possível se as ofertas de vacinação e teste estiverem disponíveis em todos os sete dias da semana", continuou.      

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, quer isenção de testes e quarentena para quem já esteja vacinado, avança a versão alemã do Wort. O ministro disse ao jornal Bild am Sonntag, este fim de semana, que "qualquer pessoa que tenha sido totalmente vacinada pode, no futuro, ser tratada como alguém cujo teste deu negativo", ou seja, que a obrigação destes de fazer testes ou ficar em quarentena deveria ser suspensa rapidamente. 

"Qualquer um que foi vacinado pode ir a uma loja ou ao cabeleireiro sem mais testes. Além disso, de acordo com o Instituto Robert Koch (RKI), quem está totalmente vacinado não precisa mais ficar em quarentena", disse Spahn. Esta medida, que deverá entrar em vigor nas próximas semanas, iria simplificar o dia-a-dia dos alemães durante esta pandemia, à medida que o plano de vacinação avança, defende o governante. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas