Escolha as suas informações

Refeições gratuitas para 44 mil alunos a partir de janeiro de 2022
Sociedade 23.11.2021
Cantinas escolares

Refeições gratuitas para 44 mil alunos a partir de janeiro de 2022

Cantinas escolares

Refeições gratuitas para 44 mil alunos a partir de janeiro de 2022

Photo : Gerry Huberty
Sociedade 23.11.2021
Cantinas escolares

Refeições gratuitas para 44 mil alunos a partir de janeiro de 2022

Redação
Redação
A partir do próximo ano, as crianças e jovens de famílias de baixos rendimentos do Luxemburgo vão beneficiar de refeições escolares gratuitas. Medida vai custar 11 milhões de euros ao Estado.

A iniciativa já tinha sido anunciada pelo primeiro-ministro, Xavier Bettel durante o discurso do Estado da Nação, em outubro. Mas na semana passada o ministro da Educação, Claude Meisch, divulgou mais pormenores em sede de comissão parlamentar.

De acordo com o Ministério da Educação, 80% dos alunos nas escolas primárias e 20% nas escolas secundárias vão beneficiar de refeições escolares gratuitas já a partir de janeiro de 2022. Segundo as contas do Wort francês, a medida abrange cerca de 44 mil crianças e jovens do Grão-Ducado, sobretudo de famílias com baixos rendimentos. A medida custará 11 milhões de euros aos cofres públicos e vai permitir às famílias poupar 846 euros por criança por cada ano escolar, avançou o ministro da Educação.   

Atualmente, 2.326 alunos beneficiam de refeições gratuitas. Entre elas, 2.056 crianças de famílias que beneficiam do REVIS (Rendimento de Inclusão Social) ou que se enquadram na categoria de "risco de pobreza" na escola básica. 


Menus das cantinas luxemburguesas cada vez mais saudáveis e amigos do ambiente
Desde o arranque do novo ano escolar as cantinas tentam fornecer alimentos mais saudáveis, biológicos e locais aos estudantes do Luxemburgo. A transformação dá-se ao mesmo tempo que se tenta reduzir o consumo de carne e peixe.

No ensino secundário há ainda 270 jovens de famílias em processo de candidatura à proteção internacional que beneficiam deste apoio. 

Com a nova medida, o número de crianças que beneficiam de refeições gratuitas vai aumentar de forma considerável. Em média, o serviço de restauração escolar Restopolis serve diariamente 15.750 menus e vende 26.000 produtos de cafetaria. Cerca de 7.700 estudantes do ensino secundário já beneficiam atualmente de uma tarifa reduzida para o almoço (1,60 euros por prato em vez de 4,70 euros). 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas