Escolha as suas informações

Médico generalista investigado por tomadas de posição controversas sobre a covid-19
Sociedade 21.06.2021
Queixas de pacientes

Médico generalista investigado por tomadas de posição controversas sobre a covid-19

Queixas de pacientes

Médico generalista investigado por tomadas de posição controversas sobre a covid-19

Foto: Pierre Matgé
Sociedade 21.06.2021
Queixas de pacientes

Médico generalista investigado por tomadas de posição controversas sobre a covid-19

Redação
Redação
Profissional de saúde do Grão-Ducado respondeu perante o conselho de disciplina do Colégio Médico e poderá ficar suspenso temporariamente da prática de medicina.

É acusado de ter dito a vários pacientes que as máscaras eram tóxicas ou de ter prescrito medicamentos contra a covid-19 que não trazem qualquer benefício, e que chegaram a ser desencorajados por toda a comunidade médica devidos aos efeitos secundários. 

A RTL conta esta segunda-feira que um médico de clínica geral com consultório no Grão-Ducado está a ser investigado pelo Colégio Médico devido à tomada de posições controversas em relação à covid-19 e espalhar rumores, uma violação do código deontológico. O profissional já foi ouvido pelo conselho de disciplina -  que atua como órgão independente do Colégio - e aguarda agora o resultado da investigação que poderá levar à interdição de exercer a profissão durante um ano.

As queixas dos pacientes começaram a chegar ao Colégio Médico, organismo que supervisiona o exercício da medicina no país. O conselho disciplinar vai deliberar sobre o caso nas próximas semanas, estando o julgamento de primeira instância previsto para 14 de julho. 

"Cientista autoproclamado"

Entre outras queixas, os pacientes alegaram também que o médico não cumpriu as medidas sanitárias em vigor durante as consultas. A opinião em relação às vacinas foi outro fator de alerta pelo organismo que supervisiona estes profissionais de saúde.  

Em declarações à tv luxemburguesa, o presidente do Colégio Médico, Pit Buchler, afirmou que o profissional em questão "aproveita-se de uma certa autoridade, autoproclama-se cientista e contesta os factos considerados bem fundamentados pela comunidade científica internacional". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.