Escolha as suas informações

Quase 60 grávidas transferidas para o estrangeiro por falta de incubadoras
Sociedade 19.01.2022
Resposta parlamentar

Quase 60 grávidas transferidas para o estrangeiro por falta de incubadoras

Resposta parlamentar

Quase 60 grávidas transferidas para o estrangeiro por falta de incubadoras

Foto: Shutterstock
Sociedade 19.01.2022
Resposta parlamentar

Quase 60 grávidas transferidas para o estrangeiro por falta de incubadoras

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
As mulheres tiveram de ser transferidas devido à falta de incubadoras adequadas para tratar certas condições de saúde neonatais.

A falta de incubadoras nas maternidades do Luxemburgo levou a que 59 mulheres grávidas, preste a dar a luz bebés prematuros, fossem transferidas para hospitais fora do país, avançou a ministra da Saúde, Paulette Lenert, numa resposta parlamentar da deputada Nathalie Oberweis, do déi Lénk.  

Este número refere-se a 2021 e as mulheres tiveram de ser transferidas para o estrangeiro devido à falta de incubadoras adequadas para tratar certas condições de saúde neonatais, disse a ministra nesta quarta-feira. 

A taxa de ocupação de camas nas unidades de maternidade situa-se entre 90% e 100% todos os dias, logo quaisquer excessos ocasionais resultam na ida dos pacientes para o estrangeiro. Cerca de 95% das transferências do Centro Hospitalar do Luxemburgo (CHL), em Strassen, estão ligadas a uma falta de espaço na unidade de gravidez de alto risco, ou na unidade neonatal, especificou Lenert. 


EMA garante que vacinas mRNA não causam complicações durante a gravidez
Os estudos realizados, e citados pelo regulador europeu, indicam também que os efeitos secundários mais comuns das vacinas nas grávidas coincidem com os da população em geral vacinada.

Desde 2016, o número de incubadoras para tratamento neonatal intensivo tem permanecido o mesmo no CHL, tal como o número de camas para recém-nascidos e bebés prematuros na Clínica Bohler, em Kirchberg. Apesar dos planos para acrescentar seis novas incubadoras no serviço neonatal intensivo da CHL, existem atualmente apenas 16 disponíveis. Na Clínica Bohler, apenas sete. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.