Escolha as suas informações

Itália. Quase 20 homens acusados de agressões sexuais em grupo no Ano Novo
Sociedade 11.01.2022
Milão

Itália. Quase 20 homens acusados de agressões sexuais em grupo no Ano Novo

Milão

Itália. Quase 20 homens acusados de agressões sexuais em grupo no Ano Novo

Foto: Miguel Medina/AFP
Sociedade 11.01.2022
Milão

Itália. Quase 20 homens acusados de agressões sexuais em grupo no Ano Novo

AFP
AFP
Nove mulheres confirmaram terem sido agredidas na última noite do ano, em Milão.

As autoridades italianas avançaram esta semana que foram identificados 20 jovens do sexo masculino suspeitos de agressão sexual a mulheres durante as celebrações do Ano Novo em Milão. 

Nove mulheres, incluindo duas turistas alemãs, disseram ter sido agredidas em grupo na praça do Duomo, a praça principal da capital da Lombardia. "Foram identificados os homens que agrediram sexualmente mulheres jovens na praça do Duomo de Milão na passagem de ano", disse a polícia numa declaração, acrescentando que se tratam de italianos e estrangeiros, e que há menores entre os suspeitos. 

Graças às imagens de vigilância, testemunhos e redes sociais, a polícia conseguiu reconstruir "três episódios de violência" cometidos contra as nove alegadas vítimas na noite de 31 de dezembro. "Tentámos combatê-los, o meu amigo bateu-lhes e esbofeteou-os, mas eles riram-se e continuaram a atacar-nos. Eu tinha 15 mãos em cima de mim", disse uma das vítimas, citada pela agência noticiosa Ansa. 

Este é mais um exemplo que alimenta as preocupações sobre a violência contra as mulheres em Itália onde, em média, duas mulheres são mortas todas as semanas, geralmente pelos parceiros ou ex-parceiros. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.