Escolha as suas informações

Quanto custa ter uma criança no Luxemburgo? Mais de 300 euros por mês
Sociedade 4 min. 23.07.2020

Quanto custa ter uma criança no Luxemburgo? Mais de 300 euros por mês

Quanto custa ter uma criança no Luxemburgo? Mais de 300 euros por mês

Photo: dpa
Sociedade 4 min. 23.07.2020

Quanto custa ter uma criança no Luxemburgo? Mais de 300 euros por mês

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Valores ultrapassam os 300 euros por mês e até aos seis anos, a fase dos 18 meses é a mais dispendiosa, diz o gabinete de estatísticas do Luxemburgo, Statec.

Não é novidade que ter filhos implica um acréscimo de gastos na despesa da família, mas é possível quantificar o mínimo mensal que é preciso despender do orçamento total para satisfazer as necessidades básicas de uma criança nos seus primeiros anos de vida.

O Statec fez as contas e concluiu que entre os 0-6 anos o valor gasto com as crianças se situa entre os 304 e os 361 euros por mês, variando consoante idade da criança. Na faixa etária referida, a despesa mínima mais elevada do orçamento (os 361 euros) é atingida nos 18 meses de idade da criança.

Para isso, diz o relatório do gabinete de estatísticas, contribui o facto de a cesta alimentar conter produtos específicos que não são aproveitados pelas crianças mais velhas. 

No diferentes orçamentos, independentemente da idade das crianças, a alimentação é o fator que tem maior peso.

Do leite para bebé às refeições familiares, propriamente ditas, o orçamento destinado à alimentação pode variar entre 75 e 130 euros. E também aqui aumenta consoante as necessidades associadas à fase de crescimento da criança. Com 122 euros por mês, os pais de uma criança de cinco anos gastam, por mês, um orçamento superior ao de uma criança de seis meses, o que corresponde a um valor médio de 75 euros por mês. 

Além dos alimentos em si, os equipamentos para os preparar também são tidos para em conta para os cálculos - o que se nota mais nos primeiros dois anos de vida do bebé.

Os 18 meses são a fase mais dispendiosa dos seis anos

Nos primeiros meses de vida, um bebé alimenta-se quase exclusivamente de leite, de leite materno e/ou leite em pó.  Os encargos diretos (leite em pó) e os indiretos (equipamentos e artigos necessários à mãe para facilitar o processo de amamentação) podem elevar o custo do leite para o bebé, até 6 meses, a cerca de 42 euros por mês, refere o Statec. Por volta dos cinco meses, o bebé já come alguns alimentos sólidos, começando pelos legumes, fruta e batatas. Isto representa um orçamento mensal de 32 euros por mês.

 Aos 18 meses de idade, a criança pode comer tudo, sendo o orçamento mensal para alimentos sólidos avaliado em 123 euros por mês, só para a criança. Um valor que é superior ao das crianças entre os três anos e cinco anos (103 e 120 euros por mês, respectivamente). 

A par da alimentação, os produtos de higiene têm um impacto significativo na despesa, com as fraldas representarem um enorme peso no orçamento para um bebé, às quais se juntam produtos para o corpo, cabelos e dentífricos

Por isso, os dois primeiros anos são mais caros nesse aspeto. O orçamento mínimo de higiene para uma criança de seis meses de idade é 68 euros por mês em comparação com apenas 23 euros para uma criança de cinco anos, ilustra o Statec, explicando que o orçamento para a higiene vai diminuindo "significativamente com a idade". 

Entre os dois e três anos de idade, a criança começa a evoluir e as regras de higiene a mudar, diminuindo a despesa gasta com fraldas descartáveis. Por outro lado, é necessário planear visitas ao cabeleireiro, a cada dois meses, a partir dos três anos, o que aumenta o orçamento da higiene corporal para 12 euros nas crianças de três aos cinco anos. 

Socialização e divertimento

O entretenimento também faz parte do crescimento e da educação de uma criança.  Neste campo, o Satec avalia os gastos entre os 33 e 55 euros por mês. 

A um bebé de seis meses é atribuído um orçamento de "vida social"estimado em 32 euros mensais, onde se inclui festas familiares para celebrar a chegada do novo elemento do agregado. 

Já o orçamento para uma criança de três anos de idade situa-se nos 44 euros por mês, destinados a financiar várias actividades, como entradas em espectáculos infantis, passeios, restauração ou visitas ocasionais, como idas ao jardim zoológico, por exemplo. 

Para uma criança de 5 anos de idade, o valor é superior em cerca de 10 euros (55 euros), contemplando-se também o aumento do grau de socialização com outras crianças e a participação em atividades associadas, como festas de aniversário.




Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas