Escolha as suas informações

Protestos em França contra a Amazon
Sociedade 29.11.2019

Protestos em França contra a Amazon

Protestos em França contra a Amazon

Foto: AFP
Sociedade 29.11.2019

Protestos em França contra a Amazon

Os ativistas empilharam fardos de palha, frigoríficos e máquinas de lavar no local das descargas para impedir dezenas de camiões, com matrículas da Lituânia, Alemanha e Bélgica de entrar no imenso centro logístico em França.

Em protesto, ativistas bloquearam o acesso ao centro logístico da Amazon em à Brétigny-sur-Orge (Essonne), em França. Cerca de meia centena de  militantes do ANV-COP21 (Action non violente-COP21) e dos Amigos da Terra fizeram uma mobilização simbólica contra o excesso de consumo durante a 'Black Friday', que se realiza hoje.

Os ativistas empilharam fardos de palha, frigoríficos e máquinas de lavar no local das descargas para impedir dezenas de camiões, com matrículas da Lituânia, Alemanha e Bélgica de entrar no imenso centro logístico de 150 mil metros quadrados, que abriu em Agosto. A Amazon tem cerca de vinte centros logísticos em França. 


Benoît Bertholet speaks at Amazon un désastre écologique et social conference. Luxembourg, Luxembourg - 19. 11. 2019 foto: Matic Zorman / Luxemburger Wort
Entrevista. "Um dia os armazéns da Amazon serão operados apenas por robôs"
Tem apenas 31 anos e acaba de lançar um livro sobre o mundo da Amazon. O "Le monde selon Amazon", do jornalista francês Benoît Berthelot, conta como a empresa cresceu sem restrições nos países onde se fixou, incluindo o Luxemburgo. Bem como as suas controversas políticas sociais e ambientais.

Os ativistas deitaram-se no chão, para evitar uma eventual evacuação.  Os militantes levavam bandeiras com as seguintes palavras de ordem: "Amazon, pour le climat, pour l’emploi, stop expansion, stop surproduction", o que equivale em português: "Amazon, pelo clima, pelo emprego, acabem com o excesso de produção".



Notícias relacionadas