Escolha as suas informações

Primeiros casos de coronavírus confirmados na Malásia e Austrália
Sociedade 25.01.2020

Primeiros casos de coronavírus confirmados na Malásia e Austrália

Pedestrians wearing protective masks to help stop the spread of a deadly virus which began in the Chinese city of Wuhan, walk on a street in Tokyo's Ginza area on January 25, 2020. - Japan's health authorities on January 25 confirmed the country's third case of the coronavirus which emerged in the Chinese city of Wuhan. (Photo by CHARLY TRIBALLEAU / AFP)

Primeiros casos de coronavírus confirmados na Malásia e Austrália

Pedestrians wearing protective masks to help stop the spread of a deadly virus which began in the Chinese city of Wuhan, walk on a street in Tokyo's Ginza area on January 25, 2020. - Japan's health authorities on January 25 confirmed the country's third case of the coronavirus which emerged in the Chinese city of Wuhan. (Photo by CHARLY TRIBALLEAU / AFP)
AFP
Sociedade 25.01.2020

Primeiros casos de coronavírus confirmados na Malásia e Austrália

Lusa
Lusa
O novo vírus foi detetado na China no final de 2019.

As autoridades da Malásia anunciaram hoje terem registado os primeiros três casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus detetado na China. Também na Austrália foi detetado o primeiro caso.

Na Malásia, os três casos foram confirmados no estado de Johor, que faz fronteira com Singapura, explicaram as autoridades.

Os indivíduos infetados são cidadãos chineses e familiares próximos de um homem de 66 anos que já tinha sido infetado com o vírus em Singapura.

A mulher e os seus dois netos foram rastreados e deram positivo, disse o ministro da Saúde da Malásia, Dzulkefly Ahmad.

Os três foram transferidos de Johor e estão atualmente em tratamento no hospital Sungai Buloh, no estado de Selangor.

Na Austrália, o primeiro caso é um homem de 50 anos, um visitante da China, que está em condições estáveis, apesar da sua doença respiratória. “Foi confirmado positivo (…) após uma série de testes", apontou em comunicado o Departamento de Saúde e Serviços Humanos de Victoria.

O paciente, que está a ser tratado numa sala isolada de um hospital de Melbourne, tinha chegado à Austrália no dia 19 de janeiro vindo de Wuhan, cidade chinesa epicentro do surto.

O número de mortos devido ao novo coronavírus detetado na China aumentou hoje para 41, depois de 15 pessoas terem morrido na província de Hubei, informaram as autoridades locais.

De acordo com as autoridades chinesas, o número de casos confirmados é de 1.287.

As autoridades montaram uma operação de quarentena que vai cobrir 13 cidades na província de Hubei para tentar conter a propagação deste vírus.

O novo vírus foi detetado na China no final de 2019. Além do território continental chinês, estão confirmados casos em Macau, Malásia, Tailândia, Taiwan, Hong Kong, Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos e França.


Notícias relacionadas

Filipinas confirmam primeiro caso de coronavírus
O secretário de Saúde filipino, Francisco Duque, disse que a pessoa contagiada é mulher chinesa, de 38 anos, viajou de Wuhan, na China continental, via Hong Kong, para as Filipinas no dia 21 de janeiro.