Escolha as suas informações

Próximos dias vão determinar regresso (ou não) de ensino à distância
Sociedade 15.03.2021 Do nosso arquivo online

Próximos dias vão determinar regresso (ou não) de ensino à distância

Próximos dias vão determinar regresso (ou não) de ensino à distância

Foto: Pierre Matgé
Sociedade 15.03.2021 Do nosso arquivo online

Próximos dias vão determinar regresso (ou não) de ensino à distância

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Com as férias da Páscoa a começar em breve, a dúvida tem sido novamente colocada por pais e professores.

"Caso se consiga manter o número de novas infeções em cerca de 300 por semana nas escolas, não será preciso regressar ao ensino à distância". A declaração foi proferida esta segunda pelo ministro da Educação, Claude Meisch, à RTL, a menos de três semanas do início das férias da Páscoa.

Desde setembro do ano passado, altura do arranque do ano letivo 2020/2021, que o Governo implementou uma semana de ensino à distância após as férias escolares, para controlar a pandemia nestes estabelecimentos. Foi o caso após as férias de Natal e do Carnaval. Com as férias da Páscoa a começar brevemente, a dúvida tem sido novamente colocada por pais e professores. 

Segundo o último balanço semanal, as escolas luxemburguesas contabilizaram um total de 308 casos positivos de covid-19 entre alunos e professores. Consciente de que o número de novas infeções está a aumentar no país, o ministro responsável pela Educação frisou à televisão luxemburguesa que atualmente não pode dar uma resposta definitiva, dependendo a decisão da evolução da situação pandémica nos próximos dias.


Luxemburgo. Há alunos transformados em robôs e outros revoltados demais devido à pandemia
Duas especialistas do CEPAS explicam ao Contacto o mal-estar dos jovens, entre eles os lusodescendentes, que podem estar em sofrimento psicológico. E lembram que há psicólogos escolares que dominam o português.

Claude Meisch mostrou-se otimista com a introdução dos testes rápidos nas escolas, para ajudar a controlar a propagação da covid-19 nestes estabelecimentos. Ainda antes das férias da Páscoa, o Governo vai iniciar os testes rápidos em seis escolas do país, quatro do ensino fundamental e dois liceus. Depois desta fase experimental, o objetivo é alargar a iniciativa a todas as escolas do Luxemburgo, depois das férias da Páscoa. 

Em função dos resultados da fase experimental, será decidido, por exemplo, quantas vezes um aluno deverá ser testado durante uma semana, o que poderá variar entre uma a duas vezes, explicou ainda Claude Meisch. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas