Escolha as suas informações

Príncipe William celebra 40 anos
Sociedade 8 21.06.2022
Família real britânica

Príncipe William celebra 40 anos

Família real britânica

Príncipe William celebra 40 anos

David Davies/PA Wire/dpa
Sociedade 8 21.06.2022
Família real britânica

Príncipe William celebra 40 anos

AFP
AFP
Muitos apontam-no como o futuro rei de Inglaterra. O Príncipe William, que cresceu perante o mundo e carrega o legado da mãe Diana, sopra 40 velas esta terça-feira.

A casa real britânica está em festa porque o Príncipe William celebra 40 anos. Segundo na linha do trono, o Duque de Cambridge é a imagem do da nova monarquia. 

Ao longo dos anos, William conquistou os corações dos britânicos e muitos querem que ele suceda à avó, Isabel II. Segundo o YouGov, é o membro da família real mais popular depois da Rainha, com 66% dos votos. 

Futuro rei? 

William e Kate "são o futuro da monarquia", diz Richard Fitzwilliams, comentador real, "como demonstrado pela sua aparição na varanda (do Palácio de Buckingham)" com a Rainha, no Jubileu.

Investindo no seu papel desde que desistiu do seu trabalho como piloto de ambulância de helicóptero em 2017, William irá alegadamente mudar-se do Palácio Kensington, em Londres, para uma casa de quatro quartos nos terrenos do Castelo de Windsor, onde Isabel II reside. Esta é uma transição significativa, permitindo-lhe aproximar-se da Rainha e fortalecer o pequeno núcleo da família real que a rodeia.

Embora cumpra as suas obrigações, William também se esforça por oferecer uma vida relativamente normal aos três filhos, Charlotte, Louis e George, com idades entre os 4 e 8 anos. 

Em Junho, foi visto em Londres a vender The Big Issue, a revista britânica dos sem-abrigo, uma causa próxima do seu coração, como o ambiente e a saúde mental. 

O príncipe tem sido discreto mas defendeu a família real após uma entrevista do irmão Harry e da esposa Meghan na televisão americana, assegurando que não são "racistas" como tinham sido acusados. Contudo, reconhece a necessidade de modernizar esta instituição secular para que sobreviva após Isabel II, enquanto a ideia de uma república está a ganhar terreno entre os jovens. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O tutor legal, neste caso, o futuro rei “tem a última palavra em questões de custódia, educação, e até onde os príncipes vão morar, inclusive enquanto o pai deles estiver vivo”, explicou ao Independent, o especialista em direito constitucional Michael L. Nash.