Escolha as suas informações

Porsche e Boeing unem-se para criar carro voador de luxo
Sociedade 2 min. 17.10.2019

Porsche e Boeing unem-se para criar carro voador de luxo

Porsche e Boeing unem-se para criar carro voador de luxo

Sociedade 2 min. 17.10.2019

Porsche e Boeing unem-se para criar carro voador de luxo

O fabricante de carros desportivos e a gigante da aviação juntaram esforços para desenvolver o automóvel do futuro.

A ideia parece saída de um filme futurista ou de ficção científica, mas pode ser realidade dentro de poucas décadas. A Porsche e a Boeing uniram-se para desenvolver um carro voador.

O acordo entre o fabricante de carros desportivos alemão e o gigante de aviação americano foi assinado esta semana e tem como objetivo trabalhar uma modalidade alternativa de transporte de passageiros, que, segundo um estudo de 2018 da Prosche, começará a crescer nas grandes cidades já a partir de 2025.

Com as artérias rodoviárias mundiais cada vez mais congestionadas e a probabilidade crescente de os veículos automóveis poderem ser adaptados para o espaço aéreo, o objetivo da marca alemã, através desta parceria com a Boeing, é continuar a ser uma referência no segmento de luxo, desta vez explorando "o mercado premium de mobilidade aérea urbana".

"A Porsche pretende alargar o seu âmbito enquanto fabricante de carros desportivos, tornando-se uma marca líder em mobilidade ‘premium’. A longo prazo, isso pode significar avançar para uma terceira dimensão da forma de viajar", afirma Detlev von Platen, membro do Conselho de Administração da Porsche AG, em comunicado.

Para esse efeito, a Aurora Flight Sciences, uma subsidiária da Boeing, responsável pelo desenvolvimento de tecnologias aeronáuticas, está a trabalhar com duas divisões da empresa alemão, a Porsche Engineering Services e o Studio F.A. Porsche. As estruturas estão a desenvolver um protótipo de "veículo totalmente elétrico com descolagem e aterragem verticais".

Mais marcas na corrida

Ainda que a ideia anunciada pareça relativamente recente, no mundo real, a Porsche e a Boeing não são as primeiras marcas a revelar a intenção de explorar esta alternativa de transporte.

Em setembro deste ano, o multimilionário chinês Li Shufu, da Volvo Cars e a Geely,  revelou que iria investir 50 milhões de euros na criação de um carro voador que a startup alemã Volocopter está a desenvolver.

O objetivo é criar um projeto sustentável e alternativo aos atuais veículos, responsáveis por quantidades significativas de emissões de CO2. Por isso, e ao contrário da Porsche, a ideia é servir o mercado comum e desenvolver um táxi voador - o VoloCity. 

Além do investimento chinês, a Volocopoter já conta com financiamento da alemã Daimler, desde 2017, mas espera aumentar o número de investidores até ao final deste ano.

Gigantes dos transportes já avançam com testes

A Uber é outra das empresas que pretende apostar no desenvolvimento e futura comercialização deste tipo de veículos e já testou, este verão, em parceria com a Embraer, o uberAIR. Em agosto deste ano, também a empresa nipónica NEC testou o seu primeiro carro voador, no Japão, que, no entanto acabou por ser despenhar.Na corrida aos carros voadores estão ainda gigantes como a Airbus (aviação) e a Toyota (automóveis).  

Ana Tomás