Escolha as suas informações

Planeia ir a Portugal? "Vá de avião"
Sociedade 22.07.2020

Planeia ir a Portugal? "Vá de avião"

Planeia ir a Portugal? "Vá de avião"

Foto: Guy Jallay
Sociedade 22.07.2020

Planeia ir a Portugal? "Vá de avião"

Teresa CAMARÃO
Teresa CAMARÃO
A via aérea é a recomendada pelo governo português.

Até ordem em contrário, não há qualquer constrangimento à entrada de cidadãos portugueses através das fronteiras aéreas. A via aérea é, de resto, recomendada pelo governo. Face à redução das ligações e das frotas aéreas em todo o mundo, as autoridades recomendam, no entanto, que os viajantes se informem e se mantenham atualizados junto das companhias aéreas.

Além da Luxair e da TAP, tanto a Ryanair como a Easyjet voltaram a assegurar as ligações diretas e semanais entre Findel e os aeroportos de Lisboa, Faro e Porto. A companhia luxemburguesa também voa para a Madeira.


Guia. Tudo o que precisa saber antes de voltar a Portugal
Num verão atípico, todos os portugueses que queiram regressar à terra natal são “bem-vindos”, mas há regras. Embora as fronteiras terrestres entre o Luxemburgo e Portugal estejam abertas, o governo continua a recomendar as deslocações aéreas.

O check-in deve ser feito online e mesmo a bagagem de mão despachada para o porão. No Luxemburgo, o embarque só se faz depois de preenchida a Declaração sobre o Estado de Saúde. Quem manifeste sintomas ou tenha estado em contacto direto com um paciente infetado arrisca ficar em terra. O uso de máscara é obrigatório desde o momento em que entra num aeroporto e sai noutro.

Quem aterra no Grão-Ducado recebe um voucher para fazer um exame voluntário e gratuito para despistar a infeção. Em Portugal, apenas os passageiros que sejam detetados com uma temperatura anormal nas câmaras de infravermelhos são chamados a realizar o teste.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas