Escolha as suas informações

Pfizer vai ter vacina contra a Omicron em março
Sociedade 11.01.2022
Covid-19

Pfizer vai ter vacina contra a Omicron em março

Les personnes ayant rendez-vous pour une injection anti-covid au Hall Victor Hugo trouveront porte close, ce 3 janvier.
Covid-19

Pfizer vai ter vacina contra a Omicron em março

Les personnes ayant rendez-vous pour une injection anti-covid au Hall Victor Hugo trouveront porte close, ce 3 janvier.
Photo: AFP
Sociedade 11.01.2022
Covid-19

Pfizer vai ter vacina contra a Omicron em março

Redação
Redação
CEO da farmacêutica garante que é uma medida de prevenção uma vez que ainda não está claro se esse novo imunizante seja necessário.

A variante Omicron já se tornou dominante em todo o mundo e as farmacêuticas já a tornaram o principal alvo a abater. A norte-americana Pfizer quis antecipar-se e anunciou na segunda-feira que está a trabalhar numa nova vacina contra a covid-19, produzida com o objetivo de melhorar a proteção contra esta variante, em particular. O fármaco deverá estar pronto em março.

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse ao canal de televisão CNBC que esta é ma medida de precaução, uma vez que ainda não está claro se esse novo imunizante será necessário. No entanto, já há países a pedir estas doses e a empresa está focada em começar a fabricar o rápido possível.

"Temos a esperança de alcançar algo que ofereça uma proteção muito melhor, particularmente contra infeções, porque a proteção contra hospitalizações e doenças graves é razoável com as vacinas atuais, desde que tenha sido administrada uma terceira dose", garantiu. 

Comprimido quase a chegar à Europa

A Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês), entretanto, anunciou que está a avaliar o pedido desta farmacêutica para a comercialização do medicamento Paxlovid, destinado a casos leves e moderados de covid-19.

"A EMA começou a avaliar um pedido de autorização condicional de comercialização para o medicamento antiviral oral Paxlovid" apresentado pela Pfizer Europe MA EEIG, adiantou o regulador europeu em comunicado.

Segundo a EMA, a avaliação vai incidir sobre os riscos e benefícios deste medicamento para casos leves ou moderados de covid-19 em adultos e adolescentes a partir dos 12 anos e que apresentem um significativo risco de agravamento da doença.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A União Europeia está "preparada" para a eventualidade de administrar à população uma terceira injeção da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNtech, que os fabricantes propuseram, afirmou hoje a comissária europeia da Saúde e Segurança Alimentar, Stella Kyriakides.