Escolha as suas informações

Pfizer testa vacina contra a covid-19 em grávidas
Sociedade 19.02.2021

Pfizer testa vacina contra a covid-19 em grávidas

Pfizer testa vacina contra a covid-19 em grávidas

Pixabay
Sociedade 19.02.2021

Pfizer testa vacina contra a covid-19 em grávidas

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
O ensaio clínico vai contar com quatro mil voluntárias grávidas com mais de 18 anos, de todo o mundo.

De uma forma geral, as grávidas foram excluídas dos estudos sobre as vacinas contra a covid-19 porque não há dados suficientes que garantam com toda a certeza a sua segurança e da criança. 

A Pfizer e BioNTech anunciaram que vão agora por um caminho diferente, começando a estudar a vacina contra o novo coronavírus em gestantes saudáveis, a fim de perceber o impacto do tratamento e, quem sabe, alargar o espectro da vacinação. A segurança da vacina para os bebés e a transferência de anticorpos potencialmente protetores também será estudada. 


Deixaria o seu filho ser cobaia da vacina anti-covid para crianças? Dois pais explicam porque deixaram
Abhinav, de 12 anos, e Katelyn, de 16 anos, são voluntários nos ensaios clínicos da vacina da Pfizer para os mais novos num hospital dos EUA. Eles e os pais contam porque tomaram esta decisão.

Em comunicado, William Gruber, responsável máximo pelos ensaios clínicos da Pfizer, disse que "as mulheres grávidas correm um risco acrescido de complicações e de grave progressão da covida-19. Por isso, é muito importante desenvolver uma vacina segura e eficaz para este grupo". 

O ensaio clínico vai contar com quatro mil voluntárias grávidas com mais de 18 anos, de todo o mundo. Têm de estar entre a 24ª e 34ª semanas da gravidez. 

Os participantes serão divididos aleatoriamente em dois grupos. Um grupo recebe a vacina de forma normal, duas injeções com 21 dias de intervalo, e o segundo recebe uma vacina placebo. As mulheres serão acompanhadas até dez meses após o início do estudo. Os bebés serão vigiados até aos seis meses. 

As mães que receberam apenas um placebo durante a gravidez serão informadas após o parto e poderão receber a vacina.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Comissão europeia quer os 27 estados a vacinar no mesmo dia
A presidente da Comissão Europeia exortou hoje a União Europeia a iniciar "tão cedo quanto possível" uma campanha de vacinação contra a covid-19, a arrancar em simultâneo nos 27 Estados-membros, para assegurar a erradicação do "vírus horrível".
Ursula von der Leyen
França já debate vacinação obrigatória
Dividida a classe política francesa começou a antecipar o fim da pandemia depois da divulgação dos testes que dão 90% de eficácia à vacina da Pfizer/BioNtech. Num apelo à transparência, a Autoridade para a Saúde responde que a decisão só pode ser tomada depois de se "tornarem públicos os dados científicos disponíveis sobre a eficácia e segurança das vacinas".