Escolha as suas informações

Pfizer afirma que vacina é eficaz em crianças dos 5 aos 11 anos
Sociedade 20.09.2021
Covid-19

Pfizer afirma que vacina é eficaz em crianças dos 5 aos 11 anos

Covid-19

Pfizer afirma que vacina é eficaz em crianças dos 5 aos 11 anos

AFP
Sociedade 20.09.2021
Covid-19

Pfizer afirma que vacina é eficaz em crianças dos 5 aos 11 anos

Redação
Redação
A Pfizer revelou hoje que a sua vacina contra a covid-19 é eficaz em crianças dos 5 aos 11 anos e vai requerer autorização nos Estados Unidos para este grupo em breve, um avanço na vacinação de crianças.

A Pfizer/BioNTech anunciou esta segunda-feira que a sua vacina é segura e gera uma resposta imunitária “robusta” em crianças entre os 5 e 11 anos, depois dos resultados de um ensaio de larga escala. A farmacêutica procura agora autorização para administrar vacina nesta faixa etária.

Os resultados, há muito aguardados, oferecem uma das primeiras perspetivas de como a vacina poderia funcionar bem para crianças mais novas. A pressão para imunizar as crianças tem vindo a aumentar. Num ensaio com 2.268 participantes, duas doses de 10 microgramas - um terço da dose para adultos - produziram níveis de anticorpos comparáveis aos observados num ensaio com jovens dos 16 aos 25 anos que receberam a dose para adultos.

A Pfizer/BioNTech planeia submeter os dados como parte de um pedido a curto prazo de uma autorização de utilização de emergência da U.S. Food and Drug Administration, e partilhá-los também com os reguladores na Europa "o mais rápido possível".  

Esta autorização marcaria uma nova fase importante da campanha de imunização nos EUA e no mundo. "Estamos ansiosos por estender a proteção proporcionada pela vacina a esta população mais jovem, sujeita a autorização regulamentar, especialmente à medida que acompanhamos a propagação da variante Delta e a ameaça substancial que esta representa para as crianças", disse Albert Bourla, CEO da Pfizer, em comunicado.

Com agências.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou a 23 de julho o uso da vacina anticovid-19 da Moderna para crianças dos 12 aos 17 anos na União Europeia (UE), sendo este o segundo fármaco aprovado pelo regulador europeu para esta faixa etária, após a Pfizer, da BioNTech.