Escolha as suas informações

Petição pública reivindica que francês ou alemão sejam suficientes para adquirir nacionalidade luxemburguesa
Sociedade 02.08.2021
Luxemburgo

Petição pública reivindica que francês ou alemão sejam suficientes para adquirir nacionalidade luxemburguesa

Luxemburgo

Petição pública reivindica que francês ou alemão sejam suficientes para adquirir nacionalidade luxemburguesa

Foto: Jean-Marie Deninger
Sociedade 02.08.2021
Luxemburgo

Petição pública reivindica que francês ou alemão sejam suficientes para adquirir nacionalidade luxemburguesa

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Essa alteração poderia facilitar, segundo o peticionário, a obtenção da nacionalidade luxemburguesa.

Há mais quatro novas petições no site do Parlamento, prontas a ser assinadas. Uma delas reivindica que o francês e o alemão sejam incluídos no processo para a obtenção da nacionalidade luxemburguesa. Segundo o peticionário, apesar de o alemão e francês serem atualmente línguas oficiais, a par com o luxemburguês, só o luxemburguês é testado para obter a naturalização.

Segundo o peticionário, a alteração para a possibilidade de fazer o teste numa destas três línguas poderia facilitar a obtenção da nacionalidade luxemburguesa. E acrescenta ainda que o facto de se falar uma das três línguas oficiais do país deveria bastar para adquirir a nacionalidade do país de residência.


90% das ofertas de emprego este ano no setor da saúde pediam o domínio do luxemburguês.
Saber luxemburguês continua a ser um fator importante para arranjar emprego
Além de ser a língua nacional desde 1984, o luxemburguês é uma das línguas oficiais do país, a par com o alemão e o francês.

Já outra petição pública tem como mote "salvar o planeta e o futuro das crianças". Inundações, tempestades e seca, têm marcado a atualidade no Luxemburgo, que não tem sido alheio ao impacto das alterações climáticas, como comprovam as cheias de 14 e 15 de julho, afirma o autor da petição. O mesmo reivindica que a perda de biodiversidade seja uma prioridade nacional.

As petições públicas podem ser assinadas até 9 de setembro. Caso obtenham mais de 4.500 assinaturas irão a debate no Parlamento.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas