Escolha as suas informações

OGBL propõe acelerar vacinação para combater crise sanitária e social
Sociedade 24.02.2021

OGBL propõe acelerar vacinação para combater crise sanitária e social

OGBL propõe acelerar vacinação para combater crise sanitária e social

Foto: AFP
Sociedade 24.02.2021

OGBL propõe acelerar vacinação para combater crise sanitária e social

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Segunda fase de vacinação no Luxemburgo arranca em março, para pessoas acima dos 75 anos e as consideradas extremamente vulneráveis.

O departamento dos pensionistas da OGBL propõe uma série de profundas mudanças na política de saúde pública para fazer face à crise pandémica. Em comunicado, os responsáveis da central sindical propõem "uma aceleração da oferta da vacinação normal para ultrapassar o mais rapidamente possível as restrições sanitárias e outras que podem, a longo prazo, vir a criar problemas psicológicos, sociais e económicos para a população".

Isto numa altura em que o país se prepara para entrar na fase 2 de vacinação para pessoas acima dos 75 anos e as consideradas "extremamente vulneráveis", em março. 

Além da atual monitorização do impacto das medidas sanitárias na propagação do coronavírus, a OGBL defende ainda a monitorização do impacto social e económico na vida, trabalho e saúde da população, sobretudo dos jovens, dos trabalhadores em empregos precários e dos mais expostos a riscos sanitários.

Para combater a falta de camas hospitalares, de médicos e enfermeiros no país, o departamento dos pensionistas propõe que o sistema hospitalar "deixe de estar sujeita às leis do mercado e do lucro" e passe a funcionar "em sobrecapacidade, para poder reagir em caso de catástrofe ou de emergência sanitária".


Adolescentes. Uma geração à deriva no meio da pandemia
São cada vez mais os jovens que procuram apoio psicológico. Têm a vida em "suspenso", e a crise está a causar-lhes sérios problemas emocionais. Os seus testemunhos ao Contacto são um grito de alerta.

Quanto à situação dos idosos nos lares de terceira idade, a OGBL exige que "sejam dispensados urgentemente testes rápidos durante as visitas" para evitar o isolamento dos mais velhos e para facilitar o contacto com as suas famílias. O departamento dos pensionistas defende ainda o apoio às pessoas idosas na utilização de novas ferramentas digitais e pede a manutenção do acesso direto aos serviços públicos e financeiros.

Por fim, tal como apresentado no verão de 2020, a OGBL lembra que o sistema de seguro de pensões e prestações deve ser salvaguardado na saída da crise económica e social. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas