Escolha as suas informações

Número de assaltos a casas diminuiu em 2020 mas polícia deixa alerta para o inverno
Sociedade 3 min. 28.10.2021
Crime

Número de assaltos a casas diminuiu em 2020 mas polícia deixa alerta para o inverno

A diminuição do número de assaltos estará relacionada com a pandemia e as medidas do Governo, como o confinamento, o recolher obrigatório ou o teletrabalho.
Crime

Número de assaltos a casas diminuiu em 2020 mas polícia deixa alerta para o inverno

A diminuição do número de assaltos estará relacionada com a pandemia e as medidas do Governo, como o confinamento, o recolher obrigatório ou o teletrabalho.
Foto: Shutterstock
Sociedade 3 min. 28.10.2021
Crime

Número de assaltos a casas diminuiu em 2020 mas polícia deixa alerta para o inverno

Tiago RODRIGUES
Tiago RODRIGUES
No ano passado, cerca de 1080 assaltos em edifícios habitados foram comunicados à polícia, uma diminuição de 23% em comparação com o ano anterior (1400). Apesar disso, as autoridades emitiram esta quinta-feira um alerta sobre o perigo dos roubos durante os meses de inverno.

Segundo a polícia do Grão-Ducado, a diminuição do número de assaltos a casas em 2020 está relacionada com a pandemia e as medidas do Governo, como o confinamento, o recolher obrigatório ou o teletrabalho.

A autoridade refere que estes assaltos são particularmente frequentes durante as férias de verão e durante os meses mais escuros de inverno. 

"Assim, metade de todos os assaltos em edifícios habitados em 2020 ocorreram em janeiro, fevereiro, outubro, novembro e dezembro, com uma queda considerável na primavera e uma subida significativa nos meses de verão", lê-se no comunicado.

Por esse motivo, a polícia emitiu um alerta à população, lembrando que durante os meses de outono e inverno é mais provável que ocorram assaltos, devido ao escuro e à visibilidade reduzida.

As autoridades vão apostar na prevenção e proceder a esforços pró-ativos, que "incluem patrulhas direcionadas e uma maior presença policial em momentos e locais-chave".

Estes esforços passam pela busca dos assaltantes, investigações de bairro, apreensão de vestígios pela polícia técnica, investigações pelo departamento de investigação criminal ou a organização de unidades não uniformizadas. 

Além da ação no terreno, a polícia destaca ainda a importância a sensibilização das pessoas na prevenção de assaltos.

O que devo fazer se for assaltado?

De acordo com a polícia, a duração de um assalto não excede 5 a 10 minutos e pode ocorrer durante o dia ou a noite. O ladrão não procura normalmente o confronto com o residente e foge se reparar que foi visto. No entanto, o residente nunca deve confrontar o assaltante. Em vez disso, "deve alertar a polícia através do número de emergência 113 e fazer saber ao assaltante que ele não passou despercebido, por exemplo, fazendo barulho, gritando ou acendendo as luzes", esclarece a força de segurança.

Além disso, a polícia relembra que "uma boa segurança mecânica da casa, um sistema de alarme, mas também uma vigilância individual, reduzem consideravelmente o risco de ser vítima de um roubo".

Conselhos para evitar assaltos

As autoridades deixam também alguns conselhos sobre comportamentos individuais que podem ajudar as pessoas a proteger-se contra os assaltos.

Fechar todas as janelas e portas quando se está fora de casa, ativar o sistema de alarme, manter a casa iluminada, trancar as portas da garagem ou cave e prender a bicicleta se estiver numa garagem partilhada ou trancá-la na cave privada são algumas das sugestões da polícia.

Para minimizar o risco de roubo do carro, quando estiver no exterior, as pessoas devem evitar estacioná-lo num local escuro e não deixar objetos de valor dentro do veículo, especialmente nos bancos ou noutras áreas visíveis.

A polícia aconselha ainda a que os residentes informem os vizinhos quando estiverem ausentes durante vários dias ou de férias, podendo também avisar as autoridades, que realizarão patrulhas ocasionais de prevenção, de dia ou de noite.

Os residentes devem também informar a polícia sobre qualquer pessoa ou carro suspeito na sua rua ou bairro, porque "a eficácia da apreensão contra os grupos criminosos especializados em assaltos depende da qualidade da informação fornecida pelo público".

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas