Escolha as suas informações

Nova variante descoberta no Botswana tem o dobro das mutações da Delta
Sociedade 25.11.2021
Covid-19

Nova variante descoberta no Botswana tem o dobro das mutações da Delta

Covid-19

Nova variante descoberta no Botswana tem o dobro das mutações da Delta

Foto: Pierre Matgé
Sociedade 25.11.2021
Covid-19

Nova variante descoberta no Botswana tem o dobro das mutações da Delta

Redação
Redação
Por enquanto, foram detetados apenas 10 casos da variante B.1.1.529, mas podem estar mais infeções por identificar, alertam cientistas.

A comunidade científica teme mais uma reviravolta no combate ao novo coronavírus, após a confirmação de uma nova variante da covid-19 com um número "extremamente alto" de mutações. Os cientistas temem memso que estas podem não ser cobertas pelas vacinas atualmente existentes.

A variante denominada B.1.1.529 apresenta 32 mutações, o dobro das 16 identificadas na variante Delta. Ainda há poucos casos a relatar, mas já está presente em três países. 

A B.1.1.529 foi detetada pela primeira vez no dia 11 de novembro no Botswana, onde há registo de três casos. Desde então, seis casos foram sequenciados na África do Sul e um em Hong Kong, avança o jornal The Guardian. Embora a amostra seja reduzida, o caso de Hong Kong, exportado da África do Sul, alimenta as preocupações de que mais infeções se tenham espalhado.


Distância de dois metros é arbitrária, o vírus pode ultrapassar essa distância
Perante os resultados do estudo, publicado na revista científica Physics of Fluids, a equipa sublinha a importância da vacinação, da ventilação dos espaços e do uso de máscara.

Citado pelo The Guardian, Tom Peacock, virologista do Imperial College em Londres escreveu no Twitter que o "incrivelmente alto número de mutações no espigão sugere que a variante pode ser verdadeiramente preocupante". Por agora, os especialistas dizem ser prematuro perceber se esta variante B.1.1.529 será mais transmissível ou mais mortal, daí que Peacock sublinhe que a situação deve ser "muito bem monitorizada".


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas