Escolha as suas informações

No Luxemburgo anda-se mais de autocarro do que de comboio
Sociedade 17.09.2020

No Luxemburgo anda-se mais de autocarro do que de comboio

No Luxemburgo anda-se mais de autocarro do que de comboio

Foto: Pierre Matgé/Luxemburger Wort
Sociedade 17.09.2020

No Luxemburgo anda-se mais de autocarro do que de comboio

Diana ALVES
Diana ALVES
Dados do Eurostat divulgados esta quinta-feira mostram que, entre os transportes públicos, no Luxemburgo anda-se mais de autocarro do que de comboio.

Quando se fala dos meios de transporte mais usados para deslocações dentro do país, o carro continua imbatível. Dados do Eurostat divulgados hoje mostram que, entre os transportes públicos, no Luxemburgo anda-se mais de autocarro do que de comboio. Os dados são referentes a 2018. 

Nesse ano, sem grandes surpresas, o carro continuava a ser o principal meio de transporte no país, representando quase 83% dos quilómetros percorridos pelos passageiros. Com a entrada em vigor da gratuitidade dos transportes públicos em março deste ano, o número poderá ter sofrido alterações, mas só o tempo dirá.


Comboios com wifi só estarão disponíveis em 2022
A Internet gratuita chegará nos 34 comboios da próxima geração, revelou o ministro da Moilidade.

Por agora, sabe-se que naquele ano, 12,4% dos quilómetros percorridos pelos passageiros no Grão-Ducado foram feitos de autocarro. Nos comboios, a percentagem cai para 4,7%. Os dados do Eurostat, publicados no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade, que arranca esta quinta e termina no próximo dia 22 de setembro.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Covid-19. Medidas de proteção nos autocarros
Entre as várias medidas adotadas pelo Governo para combater a pandemia no Luxemburgo, encontra-se o reforço de autocarros das várias linhas em hora de ponta e a criação de zonas neutras no interior dos mesmos para evitar uma maior proximidade entre os passageiros e o motorista.
As duas primeiras filas dos autocarros deixam de poder ser utilizadas a partir desta sexta-feira.