Escolha as suas informações

"Narcisista maléfico". Documentário equipara Trump a Hitler em personalidade

por AFP| 01.09.2020

O presidente norte-americano Donald Trump é descrito por vários psicólogos num documentário publicado online esta terça como um "narcisista maléfico", com uma personalidade semelhante à de Hitler, Estaline ou Mussolini.

"Unfit: The Psychology of Donald Trump" ("Inapto: a psicologia de Donald Trump", em português) vai ser colocado online esta terça-feira e defende-se de qualquer motivo político, em plena campanha presidencial norte-americana. No filme vários especialistas alertam para o perigo deste tipo de personalidade - "narcisista maléfico" - na qual revêm Donald Trump e outros líderes políticos antigos como Hitler, Estaline ou Mussolini.

Segundo um deles, John Gartner, o presidente dos EUA apresenta claramente quatro sintomas-chave de "narcisismo maléfico - o tipo de personalidade "mais destrutivo" - incluindo paranóia, narcisismo, caráter anti-social e sadismo. Os psicólogos entrevistados no documentário afirmam ter o dever médico de alertar o público americano para a saúde mental de Trump. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

"Estes tipos de líderes surgiram ao longo da história e são sempre extraordinariamente perturbadores", disse Gartner à AFP, observando que para figuras tão sinistras como Hitler, Estaline e Mussolini tinha sido estabelecido o mesmo diagnóstico. 

"Não significa que ele seja tão mau como Hitler ou o equivalente a Hitler", disse o psicólogo, "mas tem o mesmo diagnóstico que Hitler". Para além de psicólogos, o documentário entrevista também advogados, historiadores, antigos agentes dos serviços secretos e antigos conselheiros presidenciais. 


Livro polémico sobre Trump vai ser publicado
Um juiz do Tribunal de Recurso de Nova Iorque levantou uma proibição temporária de publicação de um livro escrito pela sobrinha do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contendo revelações polémicas.

Num livro recente, Mary Trump, sobrinha do presidente e ela própria psicóloga, chamou ao seu tio um mentiroso narcisista. "As patologias de Donald são tão complexas e o seu comportamento tão frequentemente inexplicável que fazer um diagnóstico completo exigiria uma série de testes psicológicos e neurofísicos que ele nunca conseguiria passar", disse ela. 

 A Casa Branca reagiu ao livro considerando-o uma "mentira", alimentada por "alegações infundadas". Para além de psicólogos, o documentário entrevista também advogados, historiadores, antigos agentes dos serviços secretos e antigos conselheiros presidenciais.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.