Escolha as suas informações

Moderna afirma que dose de reforço aumenta proteção contra nova variante
Sociedade 20.12.2021
Omicron

Moderna afirma que dose de reforço aumenta proteção contra nova variante

Omicron

Moderna afirma que dose de reforço aumenta proteção contra nova variante

Foto: AFP
Sociedade 20.12.2021
Omicron

Moderna afirma que dose de reforço aumenta proteção contra nova variante

Lusa
Lusa
A empresa farmacêutica norte-americana Moderna afirmou esta segunda-feira que uma dose de reforço da sua vacina contra a covid-19 aumenta a proteção contra a nova variante Omicron.

A multinacional farmacêutica divulgou neste início de semana os dados preliminares dos estudos que realizou sobre as doses de reforço e a estratégia que pretende implementar para combater a nova variante do SARS-CoV-2.

Em comunicado, a Moderna sublinha que se trata de uma variante do vírus "preocupante para todos" e "altamente transmissível", mas destacou que a dose de reforço da sua vacina aumenta os níveis de anticorpos neutralizantes e que está a trabalhar num reforço específico contra a Omicron.

A farmacêutica sublinhou que, dada a complexidade de obtenção de uma nova vacina, vai concentrar os seus esforços "a curto prazo" no tratamento da nova variante com o reforço da vacina original.

A Moderna refere ainda que, devido à velocidade de transmissão da nova variante, vai continuar a trabalhar numa vacina específica contra a Omicron e que espera realizar testes clínicos no início do próximo ano.


Reino Unido. Doze mortes e 104 hospitalizados por causa da nova variante
Doze pessoas infetadas com a variante Omicron da covid-19 morreram e 104 estão hospitalizadas no Reino Unido, revelou hoje o vice-primeiro-ministro, Dominic Raab, cujo Governo está sob pressão para impor mais restrições.

A covid-19 provocou mais de 5,33 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A nova variante classificada como preocupante pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 89 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Propaga-se a um ritmo alucinante e só as duas doses da vacina não chegam para uma proteção eficaz. O que se sabe até agora sobre a nova estirpe da covid-19 que está a cancelar as festas natalícias pelo mundo.