Escolha as suas informações

Ministério Público de Diekirch disponível para falar com família de Diana
Sociedade 17.11.2022
Exclusivo

Ministério Público de Diekirch disponível para falar com família de Diana

Partes do corpo de Diana Santos foram encontradas em Temmels, na fronteira alemã com o Luxemburgo, no dia 1 de novembro.
Exclusivo

Ministério Público de Diekirch disponível para falar com família de Diana

Partes do corpo de Diana Santos foram encontradas em Temmels, na fronteira alemã com o Luxemburgo, no dia 1 de novembro.
Foto: DR
Sociedade 17.11.2022
Exclusivo

Ministério Público de Diekirch disponível para falar com família de Diana

Tiago RODRIGUES
Tiago RODRIGUES
Família tem vindo a criticar repetidamente o facto de não receber informações por parte das autoridades judiciais.

O Ministério Público de Diekirch, que está a investigar o caso da morte de Diana Santos, garantiu ao Contacto estar disponível para falar com a família, que se encontra em Portugal. Quase dois meses após a primeira descoberta de parte do corpo, no dia 19 de setembro, em Mont-Saint-Martin, ainda não houve uma comunicação por partes das autoridades luxemburguesas à família.


Partes do corpo de Diana Santos foram encontradas em Temmels, na fronteira alemã com o Luxemburgo, no dia 1 de novembro.
Partes de corpo encontradas na Alemanha são de Diana
Polícia de Trier confirmou esta terça-feira que os restos mortais encontrados em Temmels são da portuguesa.

O Contacto questionou o Parquet sobre que partes do corpo foram encontradas na cidade alemã de Temmels, no dia 1 de novembro, para que a família pudesse saber. "Neste momento, não temos mais comunicações a fazer. Se necessário, a família pode contactar diretamente o Ministério Público de Diekirch", respondeu um porta-voz daquela entidade.

O pai de Diana, Horácio Santos, tem vindo a criticar a falta de comunicação por parte das autoridades com a família. "Nem a embaixada nem as autoridades disseram mais nada. Até agora, foram sempre muito frios com a família. Temos visto as notícias, mas não recebemos apoio nenhum", lamentou, em declarações ao Contacto.


Diana Santos tinha 40 anos e era natural do Porto.
Caso Diana. O que acontece a quem tem casamento arranjado no Luxemburgo?
Diana Santos, a portuguesa que foi encontrada morta em França, teria casado com um homem marroquino por conveniência, para que este obtivesse documentos para residir no país.

A Polícia de Trier e o Ministério Público de Diekirch confirmaram na terça-feira, em comunicados separados, que as partes do corpo encontradas em Temmels pertencem a Diana. A ligação foi estabelecida através do resultado do teste de ADN e a comparação com o ADN do tronco encontrado em Mont-Saint-Martin. 

Ainda não se sabe exatamente que partes foram encontradas, mas, segundo a imprensa alemã, terão sido a cabeça e as pernas. As buscas que decorreram naquela área durante dois dias teriam como objetivo encontrar os braços.

No comunicado de terça-feira, a Polícia de Trier informou que as investigações daquela autoridade e o intercâmbio com a polícia luxemburguesa estão ainda em curso.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas