Escolha as suas informações

Ministério da Saúde quer combater exposição ao rádon nas empresas
Sociedade 25.11.2021
Gás natural radioativo

Ministério da Saúde quer combater exposição ao rádon nas empresas

Gás natural radioativo

Ministério da Saúde quer combater exposição ao rádon nas empresas

Foto: Shutterstock
Sociedade 25.11.2021
Gás natural radioativo

Ministério da Saúde quer combater exposição ao rádon nas empresas

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Há novas disposições legais para o rádon no local de trabalho. Este elemento gasoso radioativo pode ser responsável, no Grão-Ducado, por 5% a 10% dos cancros do pulmão.

A ministra da Saúde, Paulette Lenert, acaba de apresentar o segundo plano de ação nacional de combate ao rádon. Desta vez centrado nas empresas, já que o primeiro plano era direcionado para as habitações privadas.

O rádon liberta-se dos solos e rochas, materiais de construção e água. Embora seja um gás natural é radioativo, incolor e extremamente perigoso para a saúde.

Convém lembrar que o empregador tem a responsabilidade de garantir um ambiente saudável aos seus empregadores. Tem por isso obrigação de tomar medidas adaptadas para minimizar o risco sanitário ligado à exposição do rádon. A empresa deve avaliar regularmente os riscos.

Desde 2019 que as empresas e outras instituições que acolhem público são obrigados a medir a concentração deste gás nocivo. Existem detetores que têm de ficar expostos pelo menos durante dois meses, depois cabe aos laboratórios agregados pelo Ministério da Saúde realizarem as análises para definir o nível de exposição deste gás radioativo.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.